MCDERMOTT AVANÇA NA CONSTRUÇÃO DE TRECHO DO ROTA 3 E PREVÊ NOVAS ENCOMENDAS PARA O PROJETO | PetroNotícias





MCDERMOTT AVANÇA NA CONSTRUÇÃO DE TRECHO DO ROTA 3 E PREVÊ NOVAS ENCOMENDAS PARA O PROJETO

Por Davi de Souza (davi@petronoticias.com.br) –

0Um dos mais importantes projetos em andamento no Brasil é a construção do trecho final do gasoduto Rota 3, que vai ampliar o escoamento de gás natural do pré-sal da Bacia de Santos. A americana McDermott ganhou o contrato para a parte ultrarrasa da linha, com 10 quilômetros de extensão. Atualmente, a multinacional está se preparando para dar novos passos dentro do empreendimento. As aquisições de itens para o projeto estão em curso desde o primeiro dia de contrato, mas há ainda encomendas a serem feitas, segundo o gerente geral da McDermott no Brasil, Paulo Veronesi. O executivo detalha que a parte de perfuração, que será a primeira atividade offshore, começa em abril. “É uma grande responsabilidade e um projeto desafiador. Estamos muito satisfeitos por termos sido escolhidos pela Petrobras para o projeto”, afirmou Veronesi. Ele ainda acrescenta que a empresa está fazendo novas contratações. “Além dos recursos existentes, estamos trazendo cerca de 50 novas pessoas para a equipe”, disse.

Qual a importância do contrato da Rota 3 para a McDermott?

O contrato EPCI do trecho ultrarraso da Rota 3 se refere a última seção do duto de exportação de gás offshore a partir do pré-sal e é fundamental para o aumento da produção em toda a área.

É uma grande responsabilidade e um projeto desafiador. Estamos muito satisfeitos por termos sido escolhidos pela Petrobras para o projeto.

O contrato já começou a ser executado?

Sim, o contrato foi assinado em novembro do ano passado e será concluído até o final do ano.

Serão feitas novas contratações?

Novas contratações já estão em andamento enquanto nós avançamos com o projeto. Além dos recursos existentes, estamos trazendo cerca de 50 novas pessoas para a equipe.

Atualmente o projeto está em qual fase? Ainda está na etapa de design e engenharia detalhada?

Sim, estamos nos preparando para a campanha offshore em paralelo com a parte de engenharia e qualificações.

Quando as etapas de aquisição, construção e instalação começarão?

A aquisição já começou desde o primeiro dia do contrato, mas ainda temos alguns itens para encomendar.

A perfuração, que será a primeira atividade offshore, começa em abril e estamos progredindo muito bem com a Petrobras e com nossos subcontratados.

Quais são as principais inovações na execução deste contrato?

Estamos usando uma embarcação brasileira para as atividades de pipelay (lançamento de linha) deste trabalho, por isso decidimos fazer algumas atualizações para garantir o desempenho durante o projeto.

Além disso, a broca de perfuração (drill bit) foi desenvolvida especialmente para o tipo de rocha que encontraremos lá, por isso esperamos uma produtividade muito boa durante esta fase.

Qual a importância do Brasil nas operações da McDermott?

O Brasil é uma das principais áreas de águas profundas do mundo e está se tornando cada vez mais importante para o McDermott como um todo.

Além do negócio submarino, que é nosso foco atual no Brasil, após a combinação com a CB&I e a Lummus Technology, novas áreas de expertise estão se tornando parte de nosso portfólio de soluções para o Brasil.

Qual é a previsão de crescimento no Brasil para os próximos anos?

Somos uma empresa de projetos e estamos acompanhando de perto os desenvolvimentos do pré-sal. Acreditamos que com nossos navios e tecnologia de última geração, poderemos atender nossos clientes de maneira muito eficiente neste mercado.

Também acompanharemos as oportunidades de projetos em outros mercados onde agora temos uma forte especialização – como processamento de gás, GNL, downstream e geração de energia – à medida que se tornam mais e mais ativos no futuro próximo.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of