PETROBRÁS QUER VENDER ATÉ METADE DE SUAS REFINARIAS A PARTIR DE JUNHO | PetroNotícias





PETROBRÁS QUER VENDER ATÉ METADE DE SUAS REFINARIAS A PARTIR DE JUNHO

roberto castello brancoA Black Friday é só em novembro, mas parece que a Petrobrás quer adiantar um pouco as coisas, antecipando a sua “liquidação de estoque”. A estatal apresentou ao governo os seus planos de vender metade de suas refinarias a partir de junho. Os detalhes foram apresentados pelo presidente da companhia, Roberto Castello Branco (foto), durante reunião de ontem (16), em Brasília, com o presidente Jair Bolsonaro e ministros.

A ideia da Petrobrás é apresentar o projeto de venda dos ativos ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) ainda neste mês. Caberá ao Conselho analisar o processo para evitar a criação de monopólios regionais.

A Petrobrás possui 13 refinarias espalhadas pelo Nordeste, Sul e Sudeste. A empresa tem ainda uma unidade de processamento de xisto, no Paraná, e o Comperj (em obras), no Rio. Com a venda de parte desse parque, a companhia pretende levantar algo entre US$ 10 bilhões e US$ 15 bilhões, que devem ser usados no abatimento da sua dívida.

Castello Branco já havia anunciado, em fevereiro, que a Petrobrás iria desenhar um novo modelo de venda de suas refinarias. A tentativa anterior, lançada em 2018 e que previa a alienação de 60% de participação em refinarias do Sul e Norte, era considerada pouco competitiva.

No planejamento de negócios da Petrobrás entre os anos de 2019 e 2023, o setor de refino deverá receber até US$ 8,41 bilhões em investimentos, o que corresponde a 10% do montante total que a estatal irá desembolsar no intervalo. A parte de exploração e produção ficará com a maior fatia de recursos – US$ 68,8 bilhões.

5
Deixe seu comentário

avatar
3 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Luciano Seixas ChagasGiovanniLEIKSON Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luciano Seixas Chagas
Visitante
Luciano Seixas Chagas

A imbecilidade das vendas propositais de determinados ativos estatais lucrativos não tem limites. E pasmem! Agora é dito que é para diminuir o endividamento, mesmo com a alavancagem de 2,43 obtida, menor que os 2,5 anteriormente desejados e apresentado como um número mágico, que é diminuído a cada dia pelo “ditador gestor” de plantão, o agora o senhor Castello Branco e toda a sua trupe e chefes. Um novo número mágico de alavancagem agora é a nova moda. 1.5 e depois, com a velocidade que se obtém, via faturamento, será negativo(????). Na verdade o que é realmente fato é a… Read more »

LEIKSON
Visitante
LEIKSON

Gente que nunca deu uma gota de suor para a Petrobras, quer vender ativos…

Giovanni
Visitante
Giovanni

Seja Bemvinda a iniciativa, chega de monopolio.

Luciano Seixas Chagas
Visitante
Luciano Seixas Chagas

O monopólio bancário está quebrado ha muito e temos uma das maiores e mais extorsivas taxas bancárias do mundo . A indústria ou montadoras automobilísticas são totalmente privadas e pagamos além de impostos altos os carros dos mais caros do mundo. Também as taxas de internet e telefone, mesmo de qualidade inferior às do primeiro mundo são explosivas, mui caras e de baixa qualidade. Luz nem pensar. Os pedágios das rodovias privatizadas idem , e ainda continuamos pagando caros IPVA’s. As lojas brasileiras viraram um “case” em todo o mundo pois ganham mais dinheiro como “factorings” disfarçados de 10 a… Read more »

Luciano Seixas Chagas
Visitante
Luciano Seixas Chagas

Para esclarecer o Raul disse “Tente oura vez”. O pena foi adaptação minha na música do meu homônimo no sobrenome materno.