Megabanner

A TVEL TRABALHA EM NOVO COMBUSTÍVEL PARA USINAS NUCLEARES QUE PODE REVOLUCIONAR O MERCADO

XXXXA TVEL, subsidiária de combustível nuclear da empresa estatal russa Rosatom, está trabalhando em uma abordagem de duplo componente para fechar o ciclo de combustível nuclear, bem como combustível tolerante a acidentes (ATF) e inovações em combustível para as unidades VVER. No ano passado, a Rosatom adotou uma estratégia com uma perspectiva de 100 anos baseada em reatores de nêutrons rápidos e reatores de nêutrons térmicos. Para isso, a TVEL está desenvolvendo combustível de óxido misto (MOX) e combustível REMIX, ambos usando urânio reciclado juntamente com plutônio. Esta é a abordagem de dois componentes. Konstantin Vergazov, vice-presidente sênior de Ciência, Tecnologia e Qualidade da TVEL, explicou o progresso nessas áreas: “Estamos muito engajados nisso e, no momento, é caro. Esse é apenas o primeiro estágio, mas no futuro, uma vez que tenhamos envolvido o plutônio e o urânio regenerado no ciclo de combustível, o custo de combustível da produção de energia elétrica diminuirá”.

A Rosatom planeja lançar primeiro reatores comerciais de nêutrons rápidos: “Nenhum outro país atualmente tem essa tecnologia em operação. Na Siberian Chemical Combine (SCC), em Seversk, estamos construindo um centro de demonstração, uma instalação de reator, uma instalação para a reciclagem de combustível nuclear usado e uma fábrica para a produção de combustível nuclear para o reator rápido. Esse é um Projeto de investimento em P & D e assim que obtivermos os resultados, vamos aplicá-los em todo o mundo no mercado nuclear, mas começaremos na Rússia  primeiro”.

Todo equipamento necessário para essa instalação de fabricação de combustível já foi comprado e entregue na unidade.  A próxima etapa será a construção do reator de nêutrons rápido. Esse reator tem sua refrigeração por chumbo BREST-OD-300 e é parte do projeto Proryv, da Rosatom , para permitir um ciclo de combustível nuclear fechado. O objetivo final é eliminar a produção de resíduos radioativos da geração de energia nuclear.

“Mas estes são os primeiros passos de uma longa jornada”, disse Vergazov. “Construir um reator comercial rápido é único na indústria nuclear global e construir um novo chão de fábrica para a produção em lote de combustível MOX significa uma certa quantia de investimento. Mas como nossa estratégia está olhando de 50 a 100 anos à frente, estamos prontos para investir. Hoje, a fim de colher os frutos no futuro, a estratégia baseia-se na economia de custos do combustível nuclear porque, ao incorporar o plutônio e o urânio reciclado no ciclo do combustível nuclear, economizamos matérias-primas e obtemos eficiência econômica. de reatores de nêutrons térmicos – de unidades VVER – para obter combustível para reatores rápidos de nêutrons”.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of