A RUMO PROMOVE AÇÕES PARA MELHORAR SUAS OPERAÇÕES FERROVIÁRIAS | PetroNotícias





A RUMO PROMOVE AÇÕES PARA MELHORAR SUAS OPERAÇÕES FERROVIÁRIAS

TREM 1Com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento da indústria brasileira, a Rumo está desenvolvendo uma série de ações conjuntas de pesquisa, desenvolvimento e inovação (PD&I) no transporte de cargas via ferroviária. Liderada pela área de Inovação e Tecnologia, as iniciativas buscam soluções e projeções para aumentar a eficiência e a competividade das operações. Em parceria com o SENAI, a empresa promoveu, uma oficina de trabalho com representantes e especialistas da área para traçar o panorama da ferrovia até 2040. Realizado na sede do Sistema FIEP (Federação das Indústrias do Paraná), em Curitiba, as discussões e resultados do encontro serão utilizados para estruturar um roadmap com os desafios e oportunidades do setor.

Roberto Rubio Potzmann, diretor de Tecnologia da Rumo, disse que  “Projetos como esse são fundamentais para discutir tecnologias em um ambiente tão controlado como o setor ferroviário. É uma ação com visão de futuro. Analisamos diversos aspectos da cadeia produtiva e estudamos várias possibilidades para tornar mais competitivo o modal ferroviário”. De acordo com o diretor do Senai Paraná, José Antônio Fares, trata-se de um modelo de negócio científico: “São projeções que falam da transformação e das oportunidades tecnológicas. É um processo que vai contribuir para as próximas gerações”.

 A Rumo celebrou um ano do ciclo de atividades no Distrito Spark CWB. O hub liderado pela Companhia, ao lado do Conglomerado Financeiro Barigui e Bosch, já se tornou a principal referência na capital paranaense para o relacionamento com o ecossistema de inovação e incentivo a projetos de startups, institutos de pesquisa aplicada, universidades e outras instituições.

A concessionária está estreitando parcerias com empresas emergentes no setor tecnológico: “Com a dinâmica de experimentar, falhar, aprender e repetir,TREM 2 as startups conseguem propor soluções que geram ganhos de produtividade e redução de custos”, explica Lucas Tomas, gerente de Inovação da Rumo. Para a execução destas atividades, a empresa promove as chamadas Provas de Conceito (POC). No primeiro ano de projetos no Distrito, a Rumo realizou duas POCs com as startups 4vants e Senscar. A primeira, foi em testes de aero inspeção dos trilhos e da faixa de domínio, enquanto a segunda é focada no desenvolvimento de sensores que monitoram os padrões de segurança do condutor do veículo.

A Rumo é a maior operadora de ferrovias do Brasil e oferece serviços logísticos de transporte ferroviário, elevação portuária e armazenagem. A companhia opera 12 terminais de transbordo, 6 terminais portuários e administra mais de 12 mil km de ferrovias nos estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. A base de ativos é formada por 1.000 locomotivas e 25.000 vagões.

 

 

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of