ARÁBIA SAUDITA ADVERTE QUE ABASTECIMENTO DE PETRÓLEO E A ECONOMIA MUNDIAL CORREM RISCOS DEPOIS DOS ATAQUES ÀS SUAS INSTALAÇÕES | PetroNotícias





ARÁBIA SAUDITA ADVERTE QUE ABASTECIMENTO DE PETRÓLEO E A ECONOMIA MUNDIAL CORREM RISCOS DEPOIS DOS ATAQUES ÀS SUAS INSTALAÇÕES

eeeeO governo da Arábia  saudita disse  nesta quarta-feira (15) que os recentes ataques terroristas contra navios petroleiros no Estreito de Ormuz e em instalações petroleiras,  ameaçam o país,  também a segurança do abastecimento de petróleo e a economia mundial. Os Ataques com drones carregados de bombas, que  foram reivindicados pelos rebeldes Huthis do Iêmen,  provocaram o fechamento de um grande oleoduto na terça-feira(14) por algumas horas, interrompendo o fluxo de petróleo na Arábia Saudita.

Os ataques aconteceram um dia depois de atos de sabotagem misteriosos contra quatro navios em águas do Golfo denunciados por Arábia Saudita e Emirados Árabes Unidos: “É importante enfrentar as entidades terroristas que cometem com atos de sabotagem, em particular as milícias Huthis apoiadas pelo Irã no Iêmen”, afirmou o ministro saudita da Comunicação, Turki Al Shabanah, depois de uma reunião do governo presidida pelo Príncipe Mohamed Bin Salman. O governo reiterou a denúncia dos “atos subversivos” contra quatro navios civis, incluindo dois petroleiros sauditas,  domingo(12) no Golfo, perto dos Emirados Árabes Unidos: “É uma ameaça flagrante para a segurança do tráfego marítimo e tem consequências negativas para a paz e a segurança, regional e internacional”, completou o ministro.

A Arábia Saudita, principal rival do Irã no Oriente Médio, intervém militarmente no Iêmen desde 2015 ao lado dos Emirados, em apoio às forças governamentais que estão em guerra com os rebeldes Huthis. O clima na região subiu o tom depois do anuncia no dia 1º de maio das sanções econômicas para quem comprasse petróleo iraniano.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] Fonte: Petronotícias […]