WITZEL CONHECE INSTALAÇÕES DA NUCLEP E QUER TORNAR A EMPRESA MAIS COMPETITIVA PARA ATRAIR NOVOS NEGÓCIOS PARA O RIO | PetroNotícias





WITZEL CONHECE INSTALAÇÕES DA NUCLEP E QUER TORNAR A EMPRESA MAIS COMPETITIVA PARA ATRAIR NOVOS NEGÓCIOS PARA O RIO

SSSSA Nuclep  pode se tornar uma empresa ainda mais competitiva no mercado de grande porte com a possibilidade de isenção da cobrança de 20% de ICMS que estado do Rio de Janeiro recolhe da Nuclep em todas as obras que realiza. Depois do primeiro encontro entre o Presidente da empresa, Almirante Carlos Seixas, e o Governador Wilson Witzel, na primeira quinzena de maio, no Palácio Guanabara, foi a vez do governador visitar as instalações da empresa. Ele foi conhecer de perto a potencialidade da empresa, que desenvolve diversas obras, como a construção de equipamentos para as usinas nucleares e até mesmo os submarinos da Marinha do Brasil.

Uma visita importante da Nuclep, porque o governador foi acompanhado dos seus Secretários de Fazenda, Luiz Claudio Carvalho; de Ciência, Tecnologia e Inovação, Leonardo Rodrigues; o Subsecretário da pasta, Filippo Scelza; e de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Fabiana Bentes. O grupo conheceu de perto todo potencial da maior caldeiraria do Brasil, que pode atrair inclusive encomendas internacionais.

Impressionado com a estrutura e capacidade fabril da Nuclep, o governador Wilson Witzel, declarou que sua equipe da Secretaria Estadual de Fazenda se dedicará ao estudo de viabilidade para a apresentação de proposta de redução da carga fiscal da Nuclep:  “A competitividade de outros países está cada dia maior e precisamos proteger e priorizar o Brasil e o nosso Estado com investimentos e alternativas que favoreçam o crescimento de nossas indústrias e geração de empregos. A Nuclep tem um papel estratégico e histórico ao país atendendo aos setores de Defesa, Nuclear, Óleo e Gás e Energia e é nosso dever ajudá-la. O Contra Almirante Carlos Henrique Seixas pode contar com o nosso esforço e retorno breve no sentido de melhorarmos a vida fiscal da empresa.”

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of