DOCAS DO RIO DE JANEIRO E A MARINHA PROMOVEM INICIATIVAS PARA MELHORAR O TRÁFEGO NOS PORTOS DO RIO | PetroNotícias





DOCAS DO RIO DE JANEIRO E A MARINHA PROMOVEM INICIATIVAS PARA MELHORAR O TRÁFEGO NOS PORTOS DO RIO

sssssUm grupo de trabalho  formado por representantes da Companhia Docas do Rio de Janeiro (CDRJ), da Marinha do Brasil, da Praticagem e das empresas arrendatárias dos terminais de conteineres do Porto do Rio de Janeiro, iniciaram  estudos dos projetos que visam melhorar a eficiência da navegação nos canais de acesso ao porto e ampliar os sistemas de monitoramento do tráfego aquaviário da Baía de Guanabara. Foram discutidos os  projetos de condução dos testes para homologação do software de calado dinâmico (ReDRAFT), desenvolvido pela empresa Argonáutica, além da sinalização náutica e balizamento dos canais de acesso de Cotunduba e da Barra Grande. Este projeto será desenvolvido pela empresa Precursore e deverá contar com corridas de simulação a serem realizadas no Instituto Nacional de Pesquisas Hidroviárias (INPH).

O diretor-presidente da CDRJ, Francisco Antonio de Magalhães Laranjeira fez a abertura do encontro, conduzido pelo Gestor de VTMIS (Vessel Traffic Management Information System) do Porto do Rio de Janeiro, Marcelo Santiago Villas-Bôas, e também com  a presença do Capitão dos Portos do Rio de Janeiro (CPRJ), Capitão de Mar e Guerra André Luiz de Andrade Felix.  Foi apresentado o andamento do projeto de implantação do VTMIS no Porto do Rio de Janeiro,  que irá ampliar o sistema de monitoramento das embarcações em toda a área de interesse da Baía de Guanabara por meio de investimentos em infraestrutura que envolverá um centro de controle operacional e modernos equipamentos,  como estações remotas (radares, sensores e marégrafos), boias meteo-oceanográficas e câmeras de longo alcance.

 Já o projeto de sinalização náutica (presencial e virtual) apresentado prevê a inclusão de transceptores AIS AtoN nas boias hoje existentes e acrescentar novas boias com o mesmo dispositivo. O objetivo é promover uma navegação segura e eficiente das embarcações nos canais de acesso ao porto, agregando inovação tecnológica com redução de custos para implantação e manutenção.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of