A USINA NUCLEAR FLUTUANTE DA RÚSSIA COMEÇARÁ VIAGEM PARA INICIAR SUAS OPERAÇÕES | PetroNotícias





A USINA NUCLEAR FLUTUANTE DA RÚSSIA COMEÇARÁ VIAGEM PARA INICIAR SUAS OPERAÇÕES

bbbO governo russo está se preparando para  enviar a central nuclear flutuante Akademik Lomonosov numa viagem de quase 6.500 quilômetros. A central vai ser rebocada desde Kola Bay, no mar de Barents, rumo a Pevek, na região de Chukotka, no nordeste da Rússia. A unidade, que tem dois reatores, vai entrar em operação para abastecer de energia elétrica uma região rica em minério, onde existem várias minas. A central foi construída pela empresa estatal Rosatom, que pretende oferecer a ideia de usinas nucleares flutuantes a outros países. A companhia já disse estar em conversações para construir uma central destas para o Sudão. Anteriormente, a única central nuclear flutuante foi uma bem menor que ficou na zona do canal do Panamá operada pelo governo norte-americano durante a década de 60 e de 70.

Akademik Lomonosov será rebocada ainda este mês para o porto ártico de Pevek,  onde seus  seus reatores serão ligados para fornecer calor e energia limpa a residências e empresas e mineração de apoio e operações de perfuração na região de Chukotka, situada no extremo leste da Rússia. Como sempre o Greenpeace, divulgou notícias espalhafatosas buscando criar terror na população, chamou a usina de “Titanic Nuclear” buscando provocar insegurança na população, desconsiderando a energia limpa que a geração nuclear produz. O Akademik Lomonosov, que demorou mais de uma década a ser construído, carrega dois reatores nucleares KLT-40S, semelhantes aos que são usados nos quebra-gelos nucleares da Rússia. Os reatores usam urânio de baixo enriquecimento e são capazes de produzir 70 megawatts de eletricidade combinada, o que a Rosatom estima ser suficiente para 100 mil lares.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
0 Comment authors
Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
trackback

[…] WhatsApp […]