SEGUNDO REATOR DA USINA NUCLEAR DE TAISHAN ALCANÇA PLENA CAPACIDADE NA CHINA

Taishan-1-and-2-August-2019-(TNPJVC)O segundo reator EPR da usina nuclear de Taishan, na província chinesa de Guangdong, alcançou plena capacidade de geração pela primeira vez. O anúncio foi feito pela Framatome, que acredita na entrada em operação comercial da Taishan 2 ainda este ano. O projeto de Taishan fica a  140 km de Hong Kong e é propriedade da Companhia de Empreendimentos Conjuntos de Energia Nuclear de Guangdong Taishan (TNPJVC) da EDF e da China General Nuclear (CGN). A unidade 1 da usina iniciou a construção em 2009, seguida pela unidade 2 em 2010. Estas são a terceira e quarta unidades de EPR em construção, após o projeto Olkiluoto 3 na Finlândia e o projeto Flamanville 3 na França. Duas unidades da EPR também estão em construção no projeto Hinkley Point C em Somerset, no Reino Unido. O projeto de EPR adotado em Taishan foi desenvolvido por Framatome da França.

Em um comunicado, a Framatome disse que “O reator Taishan 2 EPR acaba de atingir 100% de potência nominal. É marco de vários anos de trabalho. É também o reconhecimento da expertise da Framatome no comissionamento de reatores nucleares.” Taishan 1 alcançou a primeira criticidade em 6 de junho do ano passado e foi ligado à rede em 29 de junho. Foi declarado em operação comercial em 13 de dezembro. O carregamento de combustível no núcleo da unidade 2 começou em maio deste ano e alcançou uma reação em cadeia sustentada pela primeira vez em 28 de maio. Taishan 2 foi conectado à rede em 23 de junho.

No mês passado, a empresa finlandesa Teollisuuden Voima Oyj anunciou mais um atraso no início do primeiro EPR em Olkiluoto. Espera-se que o combustível seja carregado no reator em janeiro de 2020, com o início da geração regular de eletricidade prevista para julho de 2020. O carregamento de combustível no núcleo do EPR de Flamanville, na França, era esperado para o final deste ano, mas em junho a EDF informou que o start-up da unidade será adiado até o final de 2022 devido aos reparos necessários nas soldas o circuito.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of