GOVERNO DO RIO FECHA ACORDO PARA DESENVOLVER O MERCADO DE GÁS NATURAL NO ESTADO | PetroNotícias





GOVERNO DO RIO FECHA ACORDO PARA DESENVOLVER O MERCADO DE GÁS NATURAL NO ESTADO

1_lucas_tristao-1258532O governo do Rio de Janeiro assinou nesta semana um memorando de entendimento com o Instituto Brasileiro de Petróleo (IBP) e a Associação Brasileira de Grandes Consumidores Industriais de Energia e de Consumidores Livres (Abrace). O objetivo é a transferência de conhecimento técnico e de melhores práticas internacionais sobre o mercado de gás natural. A nova parceria prevê ainda o estabelecimento de perspectivas de produção e demanda do potencial do mercado de gás natural.

A cerimônia de assinatura aconteceu durante o encerramento do sobre Gás Natural promovido pelo IBP e contou com a participação do secretário de Desenvolvimento Econômico, Lucas Tristão. “O convênio que assinamos transforma todo esse gás em energia mais barata para o Brasil crescer, o Rio de Janeiro se reindustrializar e se tornar mais competitivo. Queremos fomentar a geração de energia limpa e melhorar a malha de distribuição em nosso Estado, e consequentemente, no Brasil”, declarou o secretário.

Pelo acordo, o governo estadual e as duas entidades vão unir forças para  criar um programa de mútua cooperação e intercâmbio técnico, com objetivo de aproximar as empresas associadas do Instituto e da Associação para o desenvolvimento da indústria do gás natural no Estado do Rio de Janeiro.

2
Deixe seu comentário

avatar
2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
JOÃO BATISTA DE ASSIS PEREIRA Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
JOÃO BATISTA DE ASSIS PEREIRA
Visitante
JOÃO BATISTA DE ASSIS PEREIRA

Por falar em gás, não o natural, mas o GLP: O processo de venda da Liquigas pela Petrobras esta bastante estranho, isso ninguém pode negar. De início o próprio governo intervem no negócio com pronunciamentos transversos e não toma o devido cuidado de espalhar na mídia que vai introduzir politicas nada favorável para o setor, justamente na fase final do certame. Tais pronunciamento interferem negativamente na atratividade para esse negócio. Nesse sentido, quem sai perdendo é o próprio governo, Petrobras e investidores da estatal. A pergunta que fica: quem sairá ganhando? Com apenas duas interessadas, há que ser investigado pelo… Read more »

trackback

[…] WhatsApp […]