Megabanner

OPERAÇÃO PIONEIRA FAZ MODEC REALIZAR EMISSÃO PÚBLICA DE US$ 1 BILHÃO PARA FINANCIAR UM FPSO

aaaaA MODEC do Brasil  concluiu a emissão de bônus para financiar uma de suas embarcações em operação no país, o FPSO Cidade de Mangaratiba – MV24. A operação, que arrecadou USD 1,1 bilhão – cerca de R$ 4,3 bilhões -, tem como objetivo diversificar as fontes de financiamento da empresa. Trata-se da primeira emissão pública para financiamento de um FPSO, além de ser a primeira para o offshore brasileiro nos últimos cinco anos e a maior oferta do gênero para um projeto de infraestrutura na América Latina desde 2017.

O sucesso e o pioneirismo da ação abrem caminho para uma nova alternativa de financiamento de projetos offshore no país, especialmente para FPSOs. A expectativa do mercado é que o Brasil demande de 20 a 30 novas embarcações deste tipo nos próximos cinco anos, o que exigiria investimentos da ordem de dezenas de bilhões de dólares. A capacidade de estruturação financeira do segmento para esta demanda é um dos principais desafios para o desenvolvimento destes projetos.

A operação foi coordenada pelo Citigroup e teve também a participação dos bancos Mizuho, Morgan Stanley e SMBC. A demanda do mercado pela emissão superou em mais de duas vezes o valor planejado e o vencimento dos títulos é de aproximadamente 15 anos, que é o prazo restante do arrendamento da embarcação para o consórcio que opera o campo.

Os recursos foram aportados por investidores do Brasil, dos Estados Unidos, da Europa e Ásia. Como garantia para o financiamento, a MODEC ofereceu os rendimentos do contrato de afretamento do MV24 com consórcio TUPI – incluindo a Petrobrás – que se estende até 2034.

No Brasil desde 2003, o número de embarcações em atividade da MODEC tem aumentado nos últimos anos, bem como a escala e o financiamento necessários para cada projeto. Em resposta a estas mudanças no ambiente de negócios, a emissão de bônus é uma forma de aumentar a capacidade de financiamento do Grupo MODEC por meio da diversificação de fontes de investimentos para FPSOs assim como assegurar flexibilidade para o crescimento futuro da empresa.

O FPSO Cidade de Mangaratiba – MV24 está em operação desde 2014 na área de Iracema Sul (anteriormente chamada Cernambi Sul), no Campo de Lula. A embarcação está afretada para o consórcio BMS-11 (TUPI), formado por Petrobrás (65%), Shell (25%) e Petrogal (10%) e é responsável por cerca de 4% de toda a produção diária de hidrocarbonetos do país.

A MODEC hoje é líder global na construção e operação de sistemas flutuantes para a exploração e produção de óleo e gás. Há mais de 50 anos no mercado, a empresa atua no Brasil desde 2003 e possui mais de dois mil funcionários no país. É responsável pela produção de mais de 35% do pré-sal no Brasil.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of