Megabanner

ALE REALIZA MANOBRA DE RISCO PARA RETIRADA DE PLATAFORMA NO MAR DO NORTE PARA DESCOMISSIONAR

SSSSO mercado de descomissionamento no mar do norte também está aquecido. A Plataforma Brent Bravo, localizada a 186 km a nordeste das ilhas Shetland, é uma das três fica em um dos maiores campos do Mar do Norte, e será descomissionada. Elas pertencem a uma joint venture entre a Shell e a Exxon, com 50% para cada uma das empresas. A  Desativação do Brent Bravo é um projeto de engenharia importante e complexo, devido ao seu tamanho, idade, infraestrutura e ambiente hostil do Mar do Norte. Uma outra plataforma semelhante, a  Brent Delta,  interrompeu a produção em 2011. A  Alpha e a Bravo, em 2014. Uma outra Plataforma, a Brent Charlie, ainda  está em produção.

A parte superior da Delta foi removida em um único elevador em 2017 pelo navio Pionering Spirit, da Allseas, e levada para as instalações da Able, em Hartlepool, nordeste da Inglaterra, onde mais de 97% foram reciclados. A superfície de 25 mil toneladas da Brent Bravo foi levantada em junho deste ano  pelo mesmo  Pioneering Spirit. O escopo da ALE, empresa responsável pelo descomissionamento,  era realizar o carregamento de todo o lado superior do Brent Bravo para Able. Devido à complexidade do projeto,  exigia um planejamento cuidadoso, colaboração, flexibilidade significativa e gerenciamento rigoroso do tempo em estreitas janelas de oportunidade.

A operação começou uma semana antes da chegada  ao topo, quando o navio Pioneering Spirit se posicionou em torno da HHHplataforma e a elevou em uma operação que levou quatro horas. Desde a sua posição inicial,  do topo até as pernas de concreto, são  com 140 metros. O lado superior do Brent Bravo foi levantado em uma peça e preso pelo sistema de elevação da embarcação. Após a remoção da estrutura da perna de concreto e o transporte para a costa nordeste da Inglaterra, a Brent Bravo foi transferida para a Iron Lady, uma barcaça de 57m x 200m construída para esse fim. A barcaça foi rebocada para o restante da viagem, atracando em Able Seaton Port, perto de Hartlepool.

A barcaça manobrada em frente ao cais, pronta para os preparativos de descarregamento. Nesta fase,  a empresa ALE instalou equipamentos de derrapagem na plataforma  no porto, além de várias vigas articuladas, estendendo os trilhos de derrapagem da barcaça até o cais, a fim de garantir um carregamento seguro e estável. A parte superior foi então retomada no sistema de derrapagem por meio dos cilindros hidráulicos internos dos sapatas de derrapagem. Esse sistema consistia em 12 patins de 500 toneladas, 48 patins de 650 toneladas, 12 patins de 800 toneladas , 32 unidades push-pull e três unidades de energia hidráulica.  Tudo supervisionado por sistemas de controle de última geração para coordenar e monitorar o movimento. No total, o lado superior derrapou 105m ao longo de seis horas. A Brent Bravo foi então devolvido ao cliente para desmontagem e reciclagem.

 

 

 

 

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of