FINLANDESES ESTÃO USANDO SIMULADORES 4D PARA TREINAS TÉCNICOS PARA SUA USINA NUCLEAR | PetroNotícias





FINLANDESES ESTÃO USANDO SIMULADORES 4D PARA TREINAS TÉCNICOS PARA SUA USINA NUCLEAR

ssssdA concessionária finlandesa Fortum desenvolveu a primeira sala de controle de realidade virtual (VR) totalmente dinâmica e interativa para treinamento de operadores em sua usina nuclear Loviisa. A empresa diz que o custo de um simulador de VR em grande escala e de escopo completo é uma fração do custo para construir um simulador físico. Os operadores de usinas em instalações críticas à segurança,  como usinas nucleares,  são tradicionalmente treinados em um simulador físico. É  uma réplica exata e funcional da sala de controle da usina. Fortum eSite é o empreendimento interno da empresa, fundado no início deste ano para desenvolver soluções de VR de nível industrial para ambientes críticos de segurança e para a indústria de processos em geral.

Joakim Bergroth, líder de produto da Fortum, disse que: “Em ambientes críticos de segurança e indústrias de processo, o erro humano pode levar a acidentes graves e perdas de produção. Milhões de euros são usados para construir simuladores físicos, onde os operadores podem praticar diferentes cenários de pequenas perturbações, como vazamentos de tubos e treinamentos de acidentes graves. Os simuladores físicos geralmente estão lotados, o que não deixa muito tempo para testes e avaliações adicionais”.

Ele disse também que o custo de um simulador de VR é cerca de um décimo do custo de construção de um simulador físico. Um obstáculo ao amplo uso da tecnologia VR em simuladores para instalações como usinas nucleares tem sido a resolução dos fones de ouvido VR existentes no mercado. Nas salas de controle de reatores, geralmente existem centenas de painéis conectados e monitores detalhados com informações em tempo real sobre tubos e medidores. Visualizá-los usando VR já foi difícil:  “Quando a resolução é baixa, é uma coisa extra a se pensar para o operador e eles agem de maneira diferente em comparação à vida real“, disse Bergroth.

O Fortum eSite usou o fone de ouvido VR-1 desenvolvido pela empresa finlandesa de tecnologia Varjo para sua sala de treinamento em VR. Este fone de ouvido, lançado em fevereiro, tem uma resolução de mais de 60 pixels por grau – o equivalente à visão 20/20. Projetado para uso em indústrias complexas e exigentes, ele vem com a mais avançada tecnologia de rastreamento ocular integrada do mundo e é compatível com as ferramentas de software 3D mais populares.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of