AÇÕES DE PREVENÇÃO FAZEM CAIR O NÚMERO DE FURTOS DE COMBUSTÍVEIS EM DUTOS DA TRANSPETRO | PetroNotícias





AÇÕES DE PREVENÇÃO FAZEM CAIR O NÚMERO DE FURTOS DE COMBUSTÍVEIS EM DUTOS DA TRANSPETRO

vcddUma boa notícia trazida para a Rio Pipeline pelo Presidente da Transpetro, Rubens Silvino, foi a informação da queda de ocorrências de furtos em dutos de petróleo e combustíveis. Os números indicam um recuo de 30 %, mas ainda é pouco. Essa redução é um reflexo do  programa lançado pela empresa, há três meses, para conter esse tipo de crime. O investimento para isso é que será alto: R$ 1,2 bilhão.  Nos últimos anos, a estatal teve muitos prejuízos. Em 2018, foram 261 casos. Em 2017, 76. A estatal estima perdas de mais de R$ 600 milhões com os roubos praticados por quadrilhas organizadas.

O Presidente da Tanspetro também acredita que esta redução pode estar relacionada a uma maior ação policial e à conscientização da população sobre os riscos causados pela atividade criminosa. Segundo ele, a Transpetro vem recebendo muitas denúncias de  pessoas que residem próximas aos  dutos. Além disso, a empresa assinou  convênio com as polícias de São Paulo e do Rio, onde está concentrada a maior parte das ocorrências, para identificar quadrilhas especializadas. No Rio, a polícia suspeita da ação de milícias e investiga se a disputa por território para a prática do crime está por trás de uma série de assassinatos de candidatos a vereador nas eleições municipais de 2016. Os combustíveis furtados são vendidos diretamente a postos. Já o petróleo é refinado em refinarias clandestinas: “Há uma colaboração maior das comunidades para denunciar, com medo do perigo que isso representa”, disse o presidente da Transpetro, após palestra na conferência Rio Pipeline.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of