SCANIA LANÇARÁ CAMINHÕES MOVIDOS A GÁS METANO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2020 | PetroNotícias





SCANIA LANÇARÁ CAMINHÕES MOVIDOS A GÁS METANO NO PRIMEIRO TRIMESTRE DE 2020

xxxzSe o choque será de energia barata, a Scania do Brasil quer aproveitar a onda e vai começar a produzir caminhões movidos a biometano em sua  fábrica de São Bernardo do Campo (SP). E já começa no primeiro trimestre do ano que vem. A Scania fez uma parceria com a ZEG, empresa dedicada à geração de energia renovável,  que será responsável pela produção do biometano utilizado pela montadora, produzido de forma descentralizada, em fábricas de média escala. O Biometano  poderá ser utilizado em qualquer dispositivo abastecido com gás natural, como equipamentos industriais, máquinas agrícolas e veículos. Ele é um biocombustível obtido a partir do processamento do biogás, que faz parte de uma estratégia da montadora para reduzir a produção de veículos movidos a combustíveis fósseis.

O caminhão será 30% mais caro que o tradicional por causa da tecnologia. No entanto, o custo de manutenção será 10% menor. Com isso, quem comprar o caminhão movido a biometano levará dois anos para compensar o preço mais alto de compra. Os clientes terão a opção de utilizar postos de abastecimento instalados pela ZEG, caso fechem um contrato com a empresa de energia. A ZEG se propõe a instalar o posto em local acordado com o comprador, utilizando o GasBio, nome do combustível produzido pela companhia. Em 2018, A Scania  vendeu mais 4 mil veículos movidos a combustíveis alternativos, o equivalente a 4,5% de todas as vendas da marca no mundo. Esse projeto envolveu investimentos de R$ 21 milhões.  Com o início da produção,  a Scania estará pronta para vender o modelo aqui e exportá-lo a todos os mercados nos quais atua.

Três grandes grupos frotistas estão interessados em mudar para o novo caminhão  movido a biometano. Somadas, elas contam com uma frota de 300 a 400 veículos pesados. O objetivo da empresa será buscar clientes do agronegócio, priorizando regiões com gargalos de infraestrutura.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of