CONSÓRCIO DA EXXON, ENAUTA E MURPHY FAZ O MAIOR LANCE DA OFERTA PERMANENTE | PetroNotícias





CONSÓRCIO DA EXXON, ENAUTA E MURPHY FAZ O MAIOR LANCE DA OFERTA PERMANENTE

Por Davi de Souza (davi@petronoticias.com.br) –

Representante do consórcio apresentando lance durante o leilão

Representante do consórcio apresentando lance durante o leilão

Um consórcio formado pela ExxonMobil (50% e operação), Enauta (30%) e Murphy (20%) foi o primeiro a arrematar blocos exploratórios no leilão da Oferta Permanente, que está sendo realizado hoje (10), no Rio de Janeiro. As empresas adquiriram os blocos SEAL-M-505, SEAL-M-575 e SEAL-M-637. Somados, os lances apresentados por estas áreas totalizaram R$ 7,8 milhões.

Pelo bloco SEAL-M-505, o consórcio ofertou um lance de R$ 2,7 milhões. Já pelo bloco SEAL-M-575, a oferta foi de R$ 3,1 milhões – a maior de todas da licitação. Por fim, as empresas pagaram também R$ 2 milhões pelo bloco SEAL-M-637. Todas essas áreas pertencem ao setor SSEAL-AUP2, dentro da Bacia de Sergipe.

Os blocos dos setores SC-AR4, na Bacia de Campos; e SSEAL-AP1 e SSEAL-T3, na Bacia de Sergipe-Alagoas, não receberam lances.

A primeira sessão pública da Oferta Permanente está acontecendo no Centro da capital fluminense. Ao todo, 47 empresas foram inscritas para participar da disputa.

A ANP está ofertando 273 blocos exploratórios,  localizados nas bacias de Parnaíba, Potiguar, Recôncavo (terra), Sergipe-Alagoas (terra e mar) e Campos (mar). Além disso, também estão sendo ofertadas 14 áreas com acumulações marginais, nas bacias do Espírito Santo, Potiguar, Recôncavo e Sergipe-Alagoas (terra).

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of