Megabanner

PLATAFORMA P-50 TEVE PRODUÇÃO PARALISADA APÓS INCIDENTE NO SISTEMA DE ANCORAGEM

p-50A plataforma P-50, localizada na Bacia de Campos, teve sua produção interrompida no início desta semana devido ao rompimento de amarra do sistema de ancoragem. De acordo com a Petrobrás, a unidade ainda está ancorada por outras 15 amarras e encontra-se estável, sem riscos à sua tripulação e ao meio ambiente. No momento, há 178 pessoas embarcadas na plataforma.

A estatal disse ainda que está tomando as medidas necessárias para reparar a embarcação e retomar a produção “o mais rapidamente possível”. Por dia, a plataforma pode produzir, em média, 20 mil barris de petróleo.

Segundo informou o Sindicato dos Petroleiros do Norte Fluminense (Sindipetro-NF), o navio já estava com deficiência em seu sistema de ancoragem há alguns dias. A entidade diz que duas amarras que ancoram o navio na proa à bombordo (na frente à esquerda da embarcação) já estavam rompidas e que a terceira se rompeu na noite de domingo.

O Sindipetro-NF ainda afirma que, em condições normais, uma plataforma é mantida com cinco amarras proa bombordo, cinco amarras de proa boreste (na frente, à direita), cinco amarras de popa bombordo (atrás, à esquerda) e cinco amarras popa boreste (atrás, à direita).

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of