MÉTODO POTENCIAL ENGENHARIA COMEMORA PERFORMANCE EM OBRA DA PETROBRÁS EM URUCU, NA AMAZÔNIA

wssaqqqA Método Potencial Engenharia está comemorando ter alcançado a marca de 2 milhões de homens-hora sem acidentes com afastamento no contrato com a Província Petrolífera de Urucu, da Petrobrás. A empresa foi a primeira contratada do projeto a atingir esse índice desde o início das atividades do complexo, há mais de 30 anos. Localizada a 650 quilômetros de Manaus, no meio da Floresta Amazônica, a Província Petrolífera de Urucu possui uma produção diária média de 40 mil barris de óleo de alta qualidade, incluindo 1.200 toneladas de GLP e que, apesar dos desafios de logística e operação, possui um custo de extração de petróleo e gás natural entre os menores do Brasil, segundo a Petrobrás. As condições muito difíceis, são motivos mesmo para comemoração desta marca.

Roberto Bernardes, Superintendente da Unidade Industrial da Método, disse que “A Método possui atualmente um contingente de mais de 500 colaboradores atuando no projeto, e esse índice só foi alcançado graças à eficiência de nossa política de gestão de Saúde, Meio Ambiente e Segurança (SMS), e ao comprometimento com a adoção e a execução de boas práticas dos nossos profissionais, que são constantemente treinados para a realização de suas atividades diárias.”

A empresa possui expertise na área de Óleo e Gás. Atualmente, por meio de um joint-venture com a Shandong Kerui, é responsável pelas obras da Unidade de Processamento de Gás Natural (UPGN) do COMPERJ, maior obra de engenharia da Petrobras pós Lava-Jato. Nos últimos anos a Método executou serviços em várias modalidades nas principais refinarias e Unidades Operacionais do Brasil. Para a Unidade Operacional de Urucu, a empresa realizou entre 2013 e 2014 serviços relativos ao projeto executivo, de desmontagem e de adequação do Núcleo de Santiago-BA, contemplando a transferência de instalações com transporte de equipamentos e sistemas, serviços de condicionamento, construção, montagem e apoio à Pré-Operação e à Operação Assistida, para a implantação da UPGN-4, na Estação Polo Arara.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of