MAIS DE 50 PORTOS EM TODO MUNDO JÁ ESTÃO OPERANDO COM NOVA TECNOLOGIA DESENVOLVIDA PELA IBM E PELA MAERSK

dsaaA IBM anunciou hoje(30) que mais de 50 portos e terminais de diferentes países da América Latina estão trabalhando com o TradeLens, uma plataforma digital criada pela IBM e Maersk baseada em blockchain. Com 5 das 6 maiores linhas globais de transporte de contêineres, representando mais da metade da capacidade global de embarcações, TradeLens permite a colaboração entre parceiros comerciais, gerando mais eficiência e insights em toda a cadeia global de comércio, digitalizando os fluxos de documentação comercial. Segundo o BID, cerca de 90% do comércio mundial tem um porto como origem e destino. A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) indica que, em 2018, a atividade dos principais portos de contêineres da América Latina ultrapassou 53 milhões de contêineres  atingindo quase 10% da produção mundial.

Natalia de Greiff(foto a direita), vice-presidente de Cloud and Cognitive Software da IBM América Latina, disse que  “Nas últimas décadas, a região experimentou um avanço na operação de seus portos, aumentando a eficiência operacional em mais de 20%. No entanto, ainda estamos longe de países mais saazzzavançados. Estamos trazendo o TradeLens para nossa região para continuar nesse caminho de crescimento, usando IBM Blockchain em IBM Cloud para posicionar a América Latina nas grandes ligas comerciais do mundo”.

TradeLens está reinventando toda a cadeia de comércio, interligando exportadores, linhas de navegação, operadores portuários e terminais, transporte terrestre e autoridades alfandegárias, através do acesso em tempo real a documentos de envio de dados, o que traz mais eficiência operacional e análise de eventos em tempo real. Atualmente, o TradeLens processa mais de 10 milhões de eventos por semana. Lars Nielsen( foto principal), Presidente de Maersk América Latina e Caribe, disse que “A participação em todo o ecossistema da cadeia de suprimentos está demonstrando o verdadeiro valor da plataforma digital TradeLens. Temos uma base sólida para desenvolver, por exemplo prestadores de transporte terrestre, despachantes de carga, alfândegas e outras entidades governamentais para ingressar no ecossistema e explorar os benefícios da digitalização dos fluxos comerciais da América Latina.”

dssaaaVeja alguns dos terminais já em operação com a nova tecnologia: Porto de Santos, um dos maiores complexos portuários da América Latina, responsável pela movimentação de cargas de um terço das bolsas comerciais brasileiras, o primeiro parceiro, Santos Brasil integrou-se ao TradeLens para gerar insights sobre os mais de 1,6 milhões de TEUS que seu terminal ‘Tecon Santos’ deve operar em 2019. Terminal Puerto Rosario, Terminal de Buenaventura (TCBUEN),Terminal Pacífico Sur Valparaíso, Terminal Internacional San Vicente (SVTI), Terminal Zárate, Terminal Internacional San Vicente (SVTI). Para a lista completa de portos e terimais que já estão utilizando esta solução, visite o endereço:  https://www.tradelens.com/ecosystem/

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of