EM MAIS LEILÃO DE PETRÓLEO FRUSTRANTE, PETROBRÁS SE SENTE VITORIOSA POR TER RECOMPOSTO SEU PORTFÓLIO DE EXPLORAÇÃO

6rodada___7Mais uma vez o resultado de um novo leilão de petróleo deixa um sabor de frustração para o governo. Apenas um bloco foi comercializado, para as mesmas empresas que venceram ontem o campo de Búzios no leilão da cessão Onerosa de ontem (6):  a Petrobrás e duas empresas chinesas (CNOOP e CNODP). Mesmo assim, o diretor de exploração e produção da Petrobrás, Carlos Alberto Oliveira, ficou satisfeito com o resultado. Ele acha que os blocos adquiridos pela estatal recompuseram o portfólio da empresa, garantindo um futuro promissor para a companhia. Depois do leilão, ele conversou com os jornalistas:

– Por que a Petrobrás não comprou as áreas de preferência?

– As áreas que não exercemos a preferência, não temos a obrigação de participar. Se houvesse alguma manifestação de alguém, teríamos o direito de exercer no percentual que tínhamos solicitado de 30%. Como não houve nenhuma participação…

 – A Petrobrás tinha interesse em um consórcio ?

 – Nós não tínhamos interesse em consórcio, porque queríamos manter o interesse em apenas 30 %.

 Vocês entraram em apenas uma área. Isso por que a Petrobrás gastou muito ontem, na Cessão Onerosa, ou porque não tinha interesse mesmo?

– Não. Na verdade tínhamos limitado a nossa participação em apenas 30%. Sempre fazemos uma avaliação da condição de retorno, de risco, saaqobviamente da parte financeira, mas como ninguém participando, então não tivemos condição de exercer o direito de preferência.

 – Esta ausência de grandes empresas significa que elas já tem um grande portfólio e hora agora das empresas começarem a exploração?

– Vou falar pela Petrobrás. No leilão de ontem fizemos uma aquisição muito importante para o futuro da Petrobrás, assim como hoje também. Durante muito tempo, por questão da própria dívida alta da companhia, tivemos que reduzir os investimentos exploratórios e a aquisição de ontem e de hoje, dá para nós uma boa expectativa de recomposição de reservas.

 – De alguma maneira, com a compra de ontem e de hoje, não compromete a capacidade financeira da companhia ?

 – Não. Conforme o presidente [Roberto Castello Branco] declarou ontem, nós estamos mantendo a nossa meta de redução de dívida e vamos manter também a nossa meta de alavancagem.

gttffd – E o caso das empresas estrangeiras não terem formado uma parceria com a Petrobrás, como era esperado, é uma frustração?

 – Não sei dizer. Na verdade, estávamos esperando que as companhias fizessem a sua oferta e a gente acompanharia com os nossos 30%, se fosse o caso de existir condições econômicas para isso.

 E esse investimento de hoje será feito com caixa próprio ?

Dentro da mesma perspectiva de ontem. Com o próprio da companhia e também com linhas de crédito.

 – A Petrobrás está recebendo R$ 34 bilhões do governo, 29 bilhões de ontem e 5 bilhões de hoje, tudo de geração de caixa do quarto trimestre e o que já existe ?

 – Já temos financiamento contratado, assim como vamos usar o caixa da companhia. E também dos próprio pagamentos de diferimento, que teremos com os nossos parceiros chineses.

 – Essa linha de crédito de quanto é ?

 – Ainda não temos esse valor.

 – Certamente a Petrobrás conversou com outras empresas antes do leilão. O que elas disseram para que acordo não fosse feito?

– Essa é uma posição de cada empresa. Teria que consultá-las para saber. Na realidade procuramos formar consórcios para algumas áreas, mas só conseguimos formar um consórcio em Aram.

 – O que a Petrobrás está imaginando em investimentos e geração de empregos?

– Olha, não temos como dizer em termos numéricos no momento. É cedo pra falar, mas é um bloco de muita perspectiva. Tanto o Campo de daaaBúzios, ontem, quanto hoje esse bloco de Aram que vemos muito potencial.

 – Quando começam os trabalhos em Aram ?

– Nós temos perspectiva para no ano que vem começarmos os primeiros trabalhos, como a sísmica.

– A Petrobrás gostou do resultado ?

– Nós estamos muito satisfeitos com o resultado. A Petrobrás sente que saiu vitoriosa desses leilões, porque criou uma perspectiva positiva para o futuro da companhia. Nós temos a ideia de sermos protagonista da empresa em si. Nesse caso, de recomposição do portfólio, foi muito importante as nossas participações no leilão de ontem  e de hoje.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of