Megabanner

PETROBRÁS PRETENDE REDUZIR AINDA MAIS SUA PARTICIPAÇÃO NA BR DISTRIBUIDORA NO PRÓXIMO ANO

castello brancoA Petrobrás pretende reduzir sua presença dentro da BR Distribuidora, de acordo com o presidente da estatal, Roberto Castello Branco. O executivo disse nesta sexta-feira (8), durante evento na FGV, no Rio de Janeiro, que a ideia é realizar uma nova oferta de venda de ações no ano que vem para diminuir “substancialmente” a fatia da petroleira.

Para lembrar, no meio deste ano a Petrobrás reduziu sua participação na BR Distribuidora para 37,5%. Antes, no ano de 2017, a companhia realizou uma oferta inicial de ações (IPO) e passou a deter 71,25% das ações. A BR é a maior distribuidora de combustíveis e lubrificantes do Brasil em volume de vendas, conforme dados da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

Como se sabe, a gestão de Castello Branco tem como norte fazer com que a Petrobrás foque no segmento de exploração e produção em águas profundas. Nesta semana, outra subsidiária da empresa, a Liquigás, foi vendida integralmente por R$ 3,7 bilhões para um consórcio formado entre Copagaz,  Itaúsa  e Nacional Gás.

PROGRAMA DE DESLIGAMENTO VOLUNTÁRIO

Enquanto isso, a BR Distribuidora anunciou um plano de demissão voluntária para todos os seus funcionários, com o objetivo é economizar até R$ 650 milhões por ano. Os funcionários interessados poderão aderir ao programa no intervalo entre 12 e 19 de novembro.  A estimativa é que o programa terá um custo de R$ 780 milhões. Os desligamentos devem ocorrer dentro de um curto prazo de tempo: já no dia 10 de dezembro.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Luciano Seixas Chagas Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Luciano Seixas Chagas
Visitante
Luciano Seixas Chagas

E o senhor Castello continua com a política maluca de colocar todos os ovos na mesma cesta. Lógico que é proposital pois um cenário adverso para os produtos oriundos de ativos de E&P enfraquecerá a Petrobras, facilitando a sua privatização, pois a cadeia do poço ao posto ou ao poste venda sendo quebrada todos os dias pela política entreguista de venda do atual governo e do presidente da Petrobras sob o falso discurso que fortalece a empresa. Sem mencionar nomes todos deveriam prestar muita atenção quem são os atores que estão comprando os ativos, numa clara burla da lei de… Read more »