EMPRESAS BRASILEIRAS JÁ PODEM TER ACESSO A UMA NOVA PLATAFORMA DE COMERCIALIZAÇÃO DE MARCAS E PATENTES

SDWWSUma boa notícia para quem busca novas tecnologias de fora para serem usadas no Brasil e também expor suas tecnologias patenteadas. A partir de agora, as empresas brasileiras terão mais uma oportunidade de acesso a essas tecnologias desenvolvidas internacionalmente. O Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e o Escritório Dinamarquês de Patentes e Marcas (DKPTO) anunciaram a adesão do Brasil a uma plataforma internacional de compra, venda e licenciamento de direitos de propriedade industrial, a IP Marketplace.  A ferramenta, que foi criada em 2007, ganhou uma nova versão em 2017 e vai beneficiar principalmente os pequenos negócios da área de tecnologia. A analista Raquel Minas, da área de Inovação do Sebrae, explica que a plataforma facilita o acesso das empresas brasileiras a um número maior de patentes, marcas e desenhos industriais desenvolvidos em outros países: “Muitas vezes o empresário tem dificuldade em saber se a patente está à venda e o contato do responsável, mas com essa ferramenta terá facilidade na aquisição”.

O IP Marketplace foi desenvolvido pelo DKPTO e promove o primeiro contato entre os potenciais compradores, vendedores, licenciadores, parceiros e investidores, enquanto as negociações e transações são efetivadas diretamente entre as partes. É um site que funciona como vitrine de marcas, patentes e desenhos industriais. Atualmente, estão registrados 6 mil usuários de 157 países. A participação na plataforma é gratuita e está aberta a empresas, universidades e pessoas físicas, inclusive para os interessados em identificar parceiros para o desenvolvimento de inovações. Pode ser acessada diretamente do portal do INPI (www.inpi.gov.br), em sua aba superior fixa, ou na própria página (https://ip-marketplace.org/).

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of