EMBRAER ANUNCIA VENDA DE AERONAVES PARA EMPRESAS NIGERIANA E EGÍPCIA E A MUDANÇA DO NOME DE SEU AVIÃO MILITAR

swswsA Embraer assinou pedidos de encomenda com a Air Peace e a CIAF Leasing, em contratos avaliados em US$ 374 milhões (R$ 1,5 bilhão) no total, de acordo com comunicados nesta segunda-feira (18), afirmando que os novos aviões serão adicionados à carteira de pedidos da companhia do quarto trimestre de 2019. A Air Peace, maior companhia aérea da Nigéria e da África Ocidental, encomendou três jatos E195-E2 adicionais, conforme comunicado da Embraer. O contrato está avaliado em US$ 212,6 milhões (R$ 889,1 milhões), com base nos preços atuais de lista. A encomenda, anunciada no Dubai Airshow 2019, confirma direitos de compra do contrato original assinado em abril deste ano, de acordo com a fabricante brasileira de aeronaves. Já o pedido firme para três aeronaves E190 assinado com a CIAF Leasing, companhia sediada no Cairo, está avaliado em US$ 161,4 milhões (R$ 675 milhões), também com base nos atuais preços de lista.

Mas também há novidade no caso dos aviões militares KC-390. A partir de hoje eles mudaram de nome. A Embraer e a Boeing anunciaram que o avião de transporte multimissão que irão vender por meio de uma joint venture,  agora se chama C-390 Millennium. O nome reflete a ideia central das duas empresas, que é apresentar o avião como uma solução do novo milênio, em oposição à idade de seu principal concorrente, o americano Lockheed C-130 Hércules, um projeto dos anos 1950. Na feira Dubai Airshow, nos Emirados Árabes Unidos, também foi anunciado o nome da joint venture: Boeing Embraer – Defense.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of