Megabanner

SENADO DA NIGÉRIA PEDE AO GOVERNO INCLUIR A OPÇÃO NUCLEAR NO MIX DE ENERGIA DO PAÍS

wwwsswsO Senado da Nigéria pediu ao governo que considere a inclusão da energia nuclear no mix de energia do país e que desse à Comissão de Energia Atômica da Nigéria um mandato para garantir negociações oportunas com os fornecedores de reatores nucleares. A Nigéria já havia procurado o apoio da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) para desenvolver planos para até 4000 MWe de capacidade nuclear até 2025. O apoio da AIEA incluiu duas missões na Nigéria em 2015, que encontraram a estrutura de preparação e resposta a emergências do país para seja consistente com os padrões de segurança da agência.

As resoluções, compartilhadas na conta oficial do Twitter do Senado, foram em  resposta a uma moção do senador Al-Makura Tanko(Foto a direita) sobre a necessidade de resolver a escassez de energia na Nigéria. A moção de Tanko observou que é provável que os requisitos de eletricidade do país atinjam 30.000 MWe de capacidade de geração em 2020 e 78.000 MWe em 2030 para sustentar um crescimento econômico de 10%. A Autoridade Reguladora Nuclear da Nigéria (NNRA) supervisiona todos os usos de wqqwqqwradiação ionizante, materiais nucleares e fontes radioativas.

Uma missão de revisão por pares de dez dias do Serviço Integrado de Revisão Regulatória da AIEA em 2017 descreveu a NNRA como um órgão regulador “comprometido” que trabalha para a melhoria contínua da segurança nuclear e contra radiação. De acordo com a Associação Nuclear Mundial, a geração de eletricidade de 32 TWh da Nigéria em 2017 foi predominantemente de combustíveis fósseis (26,7 TWh) e 5,5 TWh de energia hidrelétrica.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of