PESQUISA REVELA QUE 78% DOS SUECOS APOIAM A GERAÇÃO NUCLEAR DE ENERGIA

SONY DSCUm pesquisa da Novus e publicada pela Analysgruppen, na Suécia, mostra que cerca de 78% das pessoas pesquisadas – acima dos 71% em 2017 – apoiam fortemente a energia nuclear. Uma fatia de 43% está aberta à construção de novas usinas nucleares e 35% gostariam de continuar usando os reatores do país por completo. Por outro lado, apenas 11% dos entrevistados se opõem à energia nuclear. O governo sueco planeja eliminar progressivamente todos os oito reatores nucleares até 2040, mas pesquisas indicam que essa política não reflete a opinião pública. A Analysgruppen estuda as atitudes da Suécia em relação à energia nuclear desde 1997. As três usinas nucleares da Suécia produzem cerca de 40% de sua eletricidade.

“Vemos uma mudança significativa na pesquisa deste ano: a proporção que deseja descomissionar a energia nuclear caiu para um recorde recorde de 11%”, disse o pesquisador da Universidade de Uppsala e membro do Analysgruppen, Mattias Lantz.  O resultado reflete o fato de que agora existe amplo consenso, acrescentou, que a energia nuclear tem um impacto mínimo no clima. As pesquisas foram realizadas por meio de entrevistas na web com o painel selecionado aleatoriamente pela Novus. Um total de 1027 pessoas com idades entre 18 e 79 anos respondeu à última pesquisa realizada entre 24 e 30 de outubro. A taxa de participação foi de 54%.

Em 1980, o governo sueco decidiu eliminar gradualmente a energia nuclear, mas em junho de 2010 seu parlamento votou a revogação dessa política. A política energética do país em 1997 permitiu que 10 reatores operassem por mais tempo do que o previsto pela política de eliminação progressiva de 1980, mas também resultou no fechamento prematuro de uma planta de duas unidades. Cerca de 1600 MWe foram subsequentemente adicionados aos 10 reatores restantes. Em 2015, foram tomadas decisões para fechar quatro reatores mais antigos até 2020, removendo 2,7 GWe.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of