Megabanner

DEPOIS DO RECORDE DE GERAÇÃO DE ANGRA 1, ANGRA 2 ALCANÇA UMA MARCA IMPORTANTE NA GERAÇÃO DE ENERGIA EM 2019

Angra 2Se depender do fator  eficiência, o Programa de Geração Nuclear Brasileiro terá uma vida longa e próspera pela frente. Depois da Usina Nuclear Angra 1 bater o recorde de produção de energia em 2019, quase 35 anos depois de inaugurada, agora Angra 2 registra outra marca  significativa e importante: a usina operou durante 329 dias em 2019 sincronizada ao Sistema Interligado Nacional (SIN) e realizou sua Parada programada (2P15) em 30,6 dias, para reabastecimento de combustível, manutenções e testes periódicos.  Angra 2 começou a operar comercialmente em 2001, gerando 1.350 MW.

A Unidade produziu 10.582.662,1 MWh de Energia Bruta, o 8º melhor resultado na história da Usina e o 6º melhor resultado considerando apenas os anos em que houve Parada para Reabastecimento de Combustível, alcançando um Fator de Disponibilidade de 89,60% e um Fator de Capacidade de 89,38%. A energia gerada no ano superou em 29.490,1 MWh a sua Garantia Física. Angra 2 obteve no ano de 2019 o segundo maior fator de capacidade das geradoras brasileiras, atrás apenas de Angra 1. Para lembrar, inaugurada em 1985, Angra 1 registrou no ano passado a maior produção de energia de sua história. A unidade gerou 5.546.164 megawatts-hora (MWh), superando sua melhor marca, obtida em 2012 (5.395.561 MWh). É energia suficiente para abastecer por um ano uma cidade com mais de 2,3 milhões de habitantes, como Belo Horizonte (MG) ou Fortaleza (CE). A primeira usina nuclear brasileira opera com um reator de água pressurizada (PWR), o mais utilizado no mundo, de 640 megawatts de potência. Angra 1 para neste sábado (11) para troca de combustível.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of