Megabanner

THYSSENKRUPP ACREDITA QUE MELHOR DESEMPENHO DO BRASIL CONTRIBUIU PARA SEGUNDO ANO DE LUCROS

aaaA Thyssenkrupp registrou crescimento acima da média de mercado em todas as áreas de negócio no Brasil EM 2019. A companhia, que  teve um  aumento de lucro pelo segundo  consecutivo, acredita que  estes resultados se devem ao retorno dos investimentos recentes em fábricas de componentes e negócios automotivos, ao aumento nas exportações na área de elevadores, à recuperação dos mercados industriais e de mineração e ao crescimento geral em serviços. O faturamento consolidado na América do Sul ficou estável em relação ao ano fiscal anterior, com vendas de €1,1 bilhão. O forte crescimento em todas as áreas de negócio da empresa no Brasil foi determinante para aumentar sua participação na região e equilibrar os resultados na América do Sul, compensando a redução nos demais países, influenciada pela finalização de grandes projetos industriais.

Paulo Alvarenga (foto), CEO da thyssenkrupp para a região, disse que “As exportações representaram cerca de 20% do nosso faturamento no Brasil. A Thyssenkrupp é uma das principais empresas alemãs em faturamento operando no País e a América do Sul é um mercado importante. Nos últimos anos, apostamos na diversificação para ampliar os negócios no País: trouxemos tecnologias para coqueria,  que já vêm sendo aplicadas para uma usina siderúrgica da ArcelorMittal, em Tubarão, no Espírito Santo. Plantas de fertilizantes, e sistemas de direção elétrica, nos quais a Thyssenkrupp é líder mundial. Além disso, investimentos em automação e em indústria 4.0 contribuem para nossa competitividade no mercado global.

Os negócios industriais no Brasil tiveram o crescimento – com novos pedidos – impulsionado, principalmente, por novos contratos no setor de mineração no Norte do País. O foco crescente no negócio de serviços industriais para aumentar a eficiência do cliente, além do recente centro de serviços que começou a operar no ano passado em Parauapebas (PA), foram as principais alavancas para o aumento do volume de negócios em serviços.

Iniciou 2019 com projetos importantes na área industrial, como o contrato de fornecimento da nova bateria de coque composta por 49 fornos da ArcelorMittal, no modelo de serviços EPC (Engineering, Procurement and Contruction), integrando tecnologias ambientais de ponta para a redução máxima de emissões. “Vimos, claramente, uma forte recuperação dos investimentos no setor de mineração, à medida que outros segmentos industriais, como as fábricas de produtos químicos, continuam aumentando”, relata Alvarenga.

A Thyssenkrupp tem mais de 162.000 colaboradores que trabalham em 78 países.  No ano fiscal de 2018/2019, a Thyssenkrupp obteve o faturamento global de €42 bilhões. No Brasil desde 1837, a Thyssenkrupp emprega mais de 8 mil colaboradores em todas as regiões do país nos segmentos automotivo, energia, infraestrutura, mineração, cimento, construção civil, química, petroquímica e defesa. Na América do Sul, a empresa contabilizou durante o ano fiscal 2018/2019 o faturamento de €1.1 bilhão.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of