Megabanner

STARTUP DE CURITIBA DESENVOLVE UM BUGGY MOVIDO 100% A ENERGIA ELÉTRICA

dededCada vez mais as Startups estão supreendendo e trazendo novos conceitos para o mercado. Veja esse exemplo: Depois de dois anos de pesquisas, testes com protótipos e muita criatividade, um grupo de engenheiros eletricistas e mecânicos da eiON de Curitiba criou o primeiro veículo 100% elétrico a ser fabricado em série no Brasil. O veículo é do tipo buggy,  sendo especialmente projetado para atender a demanda turística do Brasil, que possui uma das maiores extensões litorâneas do mundo. Batizado de Buggy Power, o veículo tem diferentes tecnologias embarcadas e é o que se pode chamar de mobilidade totalmente sustentável. O buggy elétrico também pode ser conectado por smartphone e compartilhado. Os desenvolvedores acreditam que ele é perfeito para utilização em aplicações turísticas,  como em resorts e em clubes de campo.

Equipado com baterias de íons de lítio de última geração, que também estão sendo 100% montadas no Brasil através de uma parceria da eiON com uma gigante multinacional, o carro tem zero ruído, zero emissões e zero poluição. O tempo de recarga das baterias do modelo padrão  varia entre 2 a 5 horas, dependendo se for carregado em uma tomada 220 ou 110V, respectivamente. Ele percorrer 100 km com menos de R$ 9,00 e tem autonomia acima de 200 km nas versões mais exclusivas.

Um dos diretores da startup, Hélio Mitsuo Sugai(foto), disse que “A eiON foi concebida para ser uma fabricante brasileira de veículos elétricos, referência em soluções acessíveis e sustentáveis em mobilidade. De início, pretende atender resorts e locais voltados ao ecoturismo. xxContudo, o carro também pode ser utilizado tanto na área urbana quanto na zona rural e no litoral.”

Com base na informação de consultores que atuam neste nicho de mercado, a eiON estima que a demanda por buggies no país seja de mil unidades por ano. Além disso, também existe uma demanda internacional. A produção do Buggy Power em escala comercial está prestes a ser iniciada. “O processo do desenvolvimento do veículo elétrico nacional seguiu o padrão globalmente adotado em processos de inovação, com a fabricação de um primeiro protótipo, normalmente chamado de protótipo alfa, seguido da industrialização de um protótipo beta, com diversos aprimoramentos e adaptações para produção em escala, e de um lote de veículos chamado de cabeça de série, que já está em processo de fabricação, com a estruturação de toda a cadeia produtiva”,  afirma  o diretor da startup Hélio Mitsuo Sugai. Todas as unidades fabricadas até o momento foram utilizadas para testes e aprimoramento do produto, que pretende chegar ao mercado para conquistar a sua clientela. O Buggy Power será comercializado com garantia de um ano. O motor elétrico terá garantia de 10 anos, sendo que as baterias poderão ser contratadas com garantia estendida de até 5 anos

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of