Megabanner

ALEMANHA ABANDONARÁ GERAÇÃO A CARVÃO ATÉ 2038 E FECHA ACORDO COM EMPRESAS E REGIÕES PRODUTORAS DO COMBUSTÍVEL

Térmica carvãoA Alemanha deu mais um passo nesta quinta-feira (16) para abandonar definitivamente a geração a carvão até 2038. O governo do país fechou um acordo com os estados produtores para compensar trabalhadores, empresas e governos regionais, que receberão mais de 44 bilhões de euros.

A maior parte desse valor será destinada às regiões afetadas pela reforma do setor, que vão embolsar 40 bilhões de euros em financiamento estatal nessa fase de transição de suas economias locais. Outros 4,35 bilhões de euros serão pagos às empresas de energia, como forma de compensá-las pela interrupção da geração a carvão.

Segundo dados do governo alemão, cerca de 35% da energia do país veio do carvão em 2018. Os planos de abandonar a fonte foram revelados no ano passado. Oito unidades “muito velhas e sujas” serão as primeiras desativadas, sendo uma delas fechadas já no final do ano.

No passado, o carvão foi uma peça-chave para o desenvolvimento industrial da Alemanha. Mas hoje, o país está focado em transformar o seu setor energético, priorizando as fontes renováveis. A decisão faz parte das diretivas da Comunidade Europeia de zerar as emissões de CO2 em 2050.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of