Megabanner

MME NEGA ADIAMENTO DO LEILÃO DE ÁREAS DA CESSÃO ONEROSA E DIZ QUE CERTAME AINDA NÃO TEM DATA DEFINIDA

FPSOO Ministério de Minas e Energia (MME) negou que o leilão de áreas remanescentes da Cessão Onerosa (Sépia e Atapu) está sendo adiado para 2021. Isso porque o certame não tinha ainda uma data definida e se encontra em fase de estudos por técnicos da pasta. A informação foi repassada ao Petronotícias pela assessoria de comunicação do ministério nesta terça-feira (21).

Para lembrar, o leilão da Cessão Onerosa, realizado em novembro do ano passado, terminou com duas áreas sem receber lances – Sépia e Atapu. Desde então, criou-se uma expectativa sobre quando os ativos seriam colocados à venda novamente. O próprio Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse um dia depois do leilão de Cessão Onerosa que a análise já tinha começado “de modo que a retomada dos leilões dessas áreas ocorra o mais rápido possível”. Contudo, o ministro não deu uma data para tal.

Notícias vinculadas na imprensa nesta terça-feira (21) davam conta de que a não realização do leilão em 2020 deixaria o governo sem um orçamento de R$ 24,5 bilhões neste ano. Assim, o dinheiro só chegaria aos cofres governamentais em 2021. Questionado também sobre a possível postergação da 7ª Rodada de Partilha de áreas do pré-sal, o Ministério de Minas e Energia lembrou que a última resolução do Conselho de Nacional de Política Energética (CNPE) definiu o certame para 2020, mas que ainda não há data definida e que segue em estudos.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of