Megabanner

INB VAI IMPORTAR DO CAZAQUISTÃO 650 TONELADAS DE URÂNIO PARA COMBUSTÍVEL DOS REATORES DE ANGRA 1 E ANGRA 2

Kazatomprom-uranium-production-library-pic-2019-(Kazatomprom)A estatal Indústrias Nucleares do Brasil  (INB),  garantiu a importação de 650 toneladas de Urânio do Cazaquistão, maior fornecedor mundial. O Urânio virá na forma UF6 (hexafluoreto de Urânio) natural.   A National Atomic Company (NAC) Kazatomprom Joint Stock Company, fornecerá o combustível, que vai abastecer os reatores de Angra 1 e Angra 2.  O primeiro lote chegará em novembro dese ano e encerrará em maio de 2021. A concorrência para compra desse material foi aberta pela INB foi na modalidade internacional, com a vitória  para  a NAC Kazatomprom receberá o equivalente a R$ 12.619.750,00.

Pelo cronograma inicial da licitação, a primeira entrega seria em outubro de 2019, depois fevereiro de 2020 e, a última, em outubro de 2020. Agora, a publicação da INB citou  o intervalo: de 26 de novembro  de 2020 a 26 maio de 2021. A NAC Kazatomprom JSC é  a operadora nacional da República do Cazaquistão para a importação e exportação de urânio, metais raros, combustível nuclear para usinas nucleares. Desde 2009, o Cazaquistão é líder mundial em mineração de urânio natural e o Kazatomprom tem direitos prioritários para as extensas reservas do país. As usinas Angra I e II operaram com os maiores fatores de capacidade das usinas geradoras de energia no Brasil: 98,21% e 89,38%, respectivamente,  resultado do parâmetro da “produção efetiva” relacionada diretamente com a capacidade total de geração da unidade.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of