Megabanner

DNV GL DIVULGA ESTUDO SOBRE FUTURO DA REGULAMENTAÇÃO OFFSHORE NO MUNDO

alex imperial tarjaHOUSTON – A DNV GL, do setor de consultoria, lançou, durante a Offshore Technologies Conference (OTC) 2015, em Houston, um estudo que avalia os regimes regulatórios de diversos países produtores de óleo e gás, entre eles o Brasil. O objetivo da publicação, nomeada de “Regulatory Outlook: The way forward for offshore regulatory safety regimes” (Relatório regulatório: o caminho a seguir para sistemas regulatórios de segurança offshore, em tradução livre), é identificar quais avanços podem ser feitos nas respectivas regulamentações e quais são os fatores chaves para reduzir os riscos de grandes acidentes.

Entre os nortes apontados pelo estudo, estão uma maior harmonia entre os regulamentos de proteção à saúde, à segurança e ao meio ambiente e trocas mais intensas de informações entre reguladores e operadores. O gerente regional da divisão de Óleo e Gás da DNV GL para a América do Sul, Alex Imperial, ressaltou que, apesar de possuir diferentes necessidades em cada parte do mundo, a regulamentação offshore possui cenários de “possíveis desenvolvimentos”. “Não podemos dizer com certeza como os regimes nacionais ou regionais irão evoluir, mas conseguimos apontar uma gama de possíveis desenvolvimentos com recomendações de como um regime eficaz de segurança offshore deveria ser. Um novo marco para regulamentação de segurança no Brasil são os novos Regulamentos Técnicos para a Gestão da Segurança Operacional de Dutos Submarinos, e para o Sistema de Gerenciamento da Integridade de Poços, ambos atualmente sendo desenvolvidos pela ANP, e que estão bem alinhados com as boas práticas e tendências internacionais”, afirmou.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of