Megabanner

COAF REGISTROU R$ 51,9 BILHÕES EM MOVIMENTAÇÕES ATÍPICAS DE INVESTIGADOS NA LAVA-JATO

Antonio Gustavo RodriguesO presidente do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), Antonio Gustavo Rodrigues (foto), afirmou nesta semana que o órgão identificou um valor total de R$ 51,9 bilhões em movimentações atípicas de investigados da Operação Lava-Jato. A informação apresentada pelo executivo, em depoimento à CPI da Petrobrás, é resultante de 267 relatórios realizados desde 2011. Entre os principais alvos do relatório está o doleiro Alberto Youssef, que já estava sob investigação antes do início da operação, segundo Rodrigues.

O presidente da Coaf destacou que os relatórios já avaliaram 27.579 pessoas físicas e jurídicas, com base em 8.918 comunicações de movimentações atípicas recebidas pelo órgão. O executivo ressalta, no entanto, que o valor apresentado ainda não é absoluto e que pode haver casos de operações financeiras repetidas.

De acordo com Rodrigues, um dos maiores alvos da operação é Youssef, que já vinha sendo acompanhado desde antes do processo. “Youssef já era famoso, já tinha sido investigado, fez delação no passado, mas ele continuou operando”, afirmou o executivo. Segundo ele, a operação teve início a partir de relatórios do órgão sobre a atuação de doleiros. A investigação, desde então, se estendeu à Petrobrás e às principais empreiteiras do país.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Manfred Man Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Manfred Man
Visitante
Manfred Man

Surpreende os valores!!27.579 pessoas com movimentações atípicas e os órgão fisclizadores – Receita Federal, Banco Central, Bancos e demais instituições foram lentas ou omissas por conveniência?

Fala-se em Bilhoes de Reais, como se fosse uma parcela de carnê de pagamento em atraso, que um cidadão assalariado quando na falta de pagamento, desaba um mundo de ameaças, suspenção de serviços, cobranças judiciais, infernizando assim a vida do “idiota cidadão”.

A luz desses fatos tornaram-se vizíveis somente por conta da Operação Lava Jato???