Megabanner

DEPOIMENTO DE PESSOA AO TRE É ADIADO E TEM DATA INDEFINIDA

ricardo pessoaO depoimento de Ricardo Pessoa, dono da UTC, ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) foi adiado, nesta terça-feira (19), devido ao sigilo estabelecido em sua delação premiada. O empresário é apontado nas investigações da Operação Lava-Jato como o líder do cartel de empreiteiras que fraudava licitações e contratos da Petrobrás, e vem cumprindo prisão domiciliar desde abril deste ano.

O ex-executivo daria seu depoimento ao juiz auxiliar da corregedoria-geral da Justiça Eleitoral, Nicolau Lupianhes Neto, em São Paulo. A Justiça deverá agora aguardar que o Supremo Tribunal Federal (STF) torne pública a delação de Pessoa, para que possa ser agendada uma nova data para o processo.

No encontro, Pessoa prestaria depoimento na condição de testemunha, com direito a ser acompanhado por advogado. A expectativa era de que o empreiteiro ficasse calado no depoimento, porque seu acordo de delação premiada na Lava-Jato ainda se encontra sob segredo de Justiça.

O empresário é acusado de corrupção, formação de organização criminosa e lavagem de dinheiro, e daria sua versão a respeito de supostas doações à campanha presidencial de Dilma Rousseff. Segundo ele, o dinheiro teria origem em desvios de contratos firmados pela Petrobrás.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of