Megabanner

PETROBRÁS INICIA DEMISSÃO DE 1,2 MIL FUNCIONÁRIOS TERCEIRIZADOS EM MACAÉ

Petrobras-MacaéA recessão continua a pesar sobre os trabalhadores da indústria naval brasileira. A Petrobrás segue encolhendo suas atividades e já deu início ao corte de cerca de 1,2 mil funcionários terceirizados em suas unidades em Macaé, no Rio de Janeiro, que se encontravam em regime de contrato provisório. A lista de demitidos abrange engenheiros, contadores e outros profissionais, todos com nível superior de estudo, atuantes no setor administrativo da companhia. Anunciado nesta semana, o corte ocorreu devido ao término do contrato entre a estatal e a Spassu Tecnologia e Serviços, que não foi renovado e causou os desligamentos.

Os funcionários estavam sob contrato provisório há dois meses e aguardavam a renovação do acordo inicial entre as empresas, que fecharam negócios por três anos. O encerramento do prazo de contrato, no entanto, frustrou expectativas acerca de uma continuidade na parceria. Com a não renovação, informada em comunicado da Petrobrás nesta semana, um grande contingente de profissionais foi cortado nas áreas de tecnologia de informação, comunicação e consultoria.

A responsável pelas contratações era a Spassu, companhia do Espírito Santo. Frente às demissões que não param de crescer, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) marcou uma greve geral para este domingo (6), envolvendo as áreas da Petrobrás e de suas subsidiárias. Os sindicalistas se opõe diretamente ao novo plano de negócios da empresa, que vem reduzindo suas operações e causando o corte de milhares de cargos de trabalho. A expectativa é de que todas as unidades administrativas e operacionais da companhia sejam afetadas pela paralisação.

8
Deixe seu comentário

avatar
6 Comment threads
2 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors
KOSTA FERREIRAAssis PereiraAPROVADOMarcello S. da Costa Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Marcello S. da Costa
Visitante
Marcello S. da Costa

Petrobras vem fazendo contrato tampão direto. Somente agora se ligaram nisso? Petrobras já era, é uma empresa individada! Tem que ser privatizada pra se levantar novamente. Daí se acaba com esses cargos de salarios exorbitantes e melhora a gestão!

KOSTA FERREIRA
Visitante
KOSTA FERREIRA

AQUI EM PARACURU CE A ACF ENGENHARIA DA BAHIA ENGANOU 140 TRABALHADORES COM O APOIO DA PETROBRAS , PORQUE A ACF MANTEM VÁRIOS CONTRATOS EM FUNCIONAMENTO , NEM O FGTS OS TRABALHADORES PODEM RETIRAR , SE QUER DEU BAIXA NAS CARTEIRAS . ISSO É DESDE DE JULHO E A PETROBRAS É CONIVENTE COM ESSE ACONTECIMENTO . QUEM TRABALHAR NA ACF TENHA MUITO CUIDADO , AQUI NO CE ELA NÃO PAGOU A NINGUÉM.

APROVADO
Visitante
APROVADO

QUE CHAMEM OS APROVADOS NO CONCURSO DE 2014 (PSP 2014-2)!!!!!!

Assis Pereira
Visitante
Assis Pereira

Que chamem antes os classificados no certame de 2005 que, assim como nos demais concursos admissionais promovidos pela Petrobras, os aprovados foram na sua maioria preteridos pela tercerização desenfreada engendrada na Petrobras em decorrência do aparelhamento politico do governo federal que vigora na Petrobras ate o momento

Assis Pereira
Visitante
Assis Pereira

QUAL A RELAÇÃO ENTRE A HOPE RH, GRAÇA FOSTER E A GERENCIA GERAL DOS SERVIÇOS COMPARTILHADOS DA REGIONAL BAIA DE GUANABARA NA GESTÃO DO CENPES? Não bastasse a constatação da ocorrência de desvio milionário dos cofres da Petrobras em favorecimento da empreiteira Andrade Gutierrez decorrente do superfaturamento nas obras de expansão do Centro de Pesquisa da Petrobras e implantação do Centro Integrado de Processamento de Dados (CIPD) da Petrobras na Cidade Universitária da Ilha do Fundão, patrocinado pelo aparelhamento político na Estatal, operacionalizado pelo Pedro Barusco, em conluio com o Diretor Renato Duque na gestão de Sérgio Gabrielli, observamos atônitos,… Read more »

Assis Pereira
Visitante
Assis Pereira

O BRASIL NÃO É UM PAIS SÉRIO: O instituto da denuncia de fatos desabonadores com envolvimento de tramoia e corrupção na administração pública no Brasil, a exemplo dos ocorridos no Petrolão, não tem funcionado a contento, seja através da Ouvidoria de empresas Estatais ou de economia mista como a Petrobras. Foi noticia recente no Jornal “O Globo” ¹o afastamento do ouvidor geral Paulo Otto por ferir o Código de Ética da Petrobras em face de ter assessorado o José Dirceu, quando esse chefiava a Casa Civil da Presidência da República e encontra-se atualmente em apuros como prisão preventiva decretada pelo… Read more »

Assis Pereira
Visitante
Assis Pereira

PRIVATIZAÇÃO BRANCA NA PETROBRAS – EXISTE ALTERNATIVA? O plano de desinvestimento de 13,7 bilhões de dólares definido pela Petrobras para o biênio 2015/2016 passa a ser a última alternativa a Estatal na obtenção dos recursos complementares para garantir o equilíbrio financeiro nesse período de forma a tocar seus empreendimentos no Presal em ritmo menos acelerado daquele previsto inicialmente no seu plano de negócio. Neste contexto, o impacto decorrente do assalto aos cofres da Estatal fruto do aparelhamento político engendrado pelo PT a partir do primeiro mandato do Lula foi peça fundamental para as Finanças da Petrobras ficar nessa encruzilhada. Não… Read more »

Assis Pereira
Visitante
Assis Pereira

O QUE FALTA A PETROBRAS PARA DAR TRATAMENTO E SOLUÇÃO AOS PROBLEMAS AFETOS A SUA GESTÃO NA ATUALIDADE NO POS LAVA-JATO: FALTAM: COERÊNCIA, CLAREZA E CONCISÃO NAS SUAS ATITUDES. Na atualidade, em pleno desfecho da operação investigativa da “Lava-Jato”, os responsáveis pela administração da Estatal Petroleira, quando estiverem preparando suas ações e oratórias para iniciar quaisquer tratamento com vista a resolução de problemas de sua gestão deve pautar seus fundamentos com coerência, clareza e concisão, evitando a passagem de mensagens ao público alvo, de ideias ou proposições sem nexo ou desprovido de senso critico. Chega de enganação e sejam coerentes,… Read more »