A ÚNICA SOLUÇÃO PARA A CRISE OU UMA SAÍDA PARA DILMA

Por Renato Ribeiro Abreu / Empresário – 

RENATO ABREU A situação que o Brasil atravessa neste momento precisa de uma análise simples. De uma forma que o cidadão comum entenda. O primeiro Governo Lula foi, de alguma forma, principalmente na macroeconomia, a continuação do Governo FHC, até a primeira metade do segundo mandato. Na segunda metade do Governo Lula, com a nomeação do Ministro Mantega para o Ministério da Fazenda, começou a formatação  da crise que hoje vivemos.

No primeiro mandato da Dilma, 2011 a 2014, o mundo vivia um momento difícil, em função da crise de 2008, porém as commodities – agrícolas, minério de ferro etc – estavam segurando nossas mazelas. Durante a campanha eleitoral de 2014, no fim de seu primeiro mandato, a candidata Dilma foi obrigada a  demitir o Ministro Mantega para continuar na briga pela reeleição. A verdade da economia real foi negada de forma descarada.

Muito se fala dos responsáveis pelos erros, promessas e a realidade da economia ocultada, contudo, não vejo ninguém falar do principal responsável, que foi o  marqueteiro da campanha e que não assume nenhuma  responsabilidade após a eleição. No início do segundo mandato, a Presidenta, como  gosta de ser chamada, foi obrigada a reconsiderar todo seu discurso de campanha. Esta mudança, porém, só ocorreu com a nomeação do novo Ministro da Fazenda, Joaquim Levy, visando acalmar o mercado.

Para que o povo entenda, não houve modificação de pensamento, pois o entorno da presidenta, os ministros Mercadante, Edinho, Nelson Barbosa, e a própria Dilma, continuam acreditando num Estado grande e desenvolvimentista. Este filme já foi visto em vários países e sempre o mocinho morre no fim.

Não adianta o Ministro Levy remar para um lado e os outros remarem contra, enquanto o Brasil fica parado e sem credibilidade a nível nacional e internacional. A única salvação da Presidenta é mudar e assumir os seus erros. Mudar sem acreditar é muito difícil, principalmente quando o grupo palaciano continua achando que a política iniciada pelo Ministro Mantega que com todo seu despreparo e falta de liderança ainda foi menos nocivo que o grupo atual.

Se a Presidenta demitir seus atuais conselheiros palacianos, assumir a política do ministro Levy, acelerar as concessões, privatizações, e, brigar pela mudança da lei da partilha e a volta a das concessões nas rodadas de petróleo, o cenário econômico muda imediatamente para muito melhor, e sem dúvida estará preparando um novo Brasil para o próximo Presidente.

Esta, a meu ver, é a única solução para o Brasil, e, para não vivermos uma situação de impeachment, situação esta que deixará nosso país à deriva até final de 2018.

Deixe seu comentário

9 Comentários em "A ÚNICA SOLUÇÃO PARA A CRISE OU UMA SAÍDA PARA DILMA"

avatar
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Bernardino
Visitante
Não vejo o quadro do impeachment tão ruim assim, já passamos por um e não foi trágico. Seja quem assumir têm que ter rapidez nas suas atividades. Como também não considero um golpe, acredito até que tanto o PT e a própria presidenta Dilma e seus aliados, estão apelando para o sensacionalismo emocional em cima do povo. FHC e outros previdentes sofreram do mesmo mal causado pelo PT do LULA. Me lembro que votavam contra tudo e contra todos. Só a eles pertencia a Ética. Agora provando do próprio veneno, vem apelar divulgando o golpe. Hora, se não mentisse tanto… Read more »
Carlos Sandino
Visitante

Então o que resta é o impeachment…

Osvaldo Damazio Neto
Visitante

Dilma se mostra uma governante que não esta disposta a fazer concessões. A tomada de decisão e mudança de atitude não parece uma alternativa da nossa presidenta que vai morrer afogada no seu próprio orgulho, o problema é que o Brasil vai ficar hibernando esta crise até o final do seu mandato ou se a tirarem do poder através do impeachment. Ela tem a solução na mão mas seria acusada de neo liberal pela patrulha ideológica petista. Enquanto isso 8 milhões de brasileiros amargam o desemprego.

Alex Camargos
Visitante
Não vejo o Impeachment como uma má solução. Na verdade é a única que temos visto que a Presidente não tem rumo nem credibilidade mais. Ela esta desacreditada pois não sabe se esta ao lado de Gregos ou Troianos. Não é capaz de vencer sua próprias convicções de um modelo falido de Gestão de tamanho do Estado. Ou seja, ela será no comando do País até 2018 a responsável por um Navio a deriva. Uma mudança de Governo com pessoas capazes de entender o momento e mudar a rota deste navio chamado Brasil de encontro com nossas necessidades e com… Read more »
Fernando
Visitante

O impechment é o “fim” para o PT, que visava manter-se no poder com todo o desvio de recursos promovido nos últimos 12 anos.
O discurso de “pátria educadora”, que hoje possui um dos maiores índices de criminalidade infantil (os 12 ultimos anos parecem que não educaram ninguém) e a falta de saúde, segurança e educação para quem mais precisa (porque classe média e alta pagam pano de saúde e escola particular), reflete o descaso desse governo, que se explica com pagamentos de “bolsas” que compram votos…

HEITOR
Visitante

A solução é privatizar o brasil.
Porque a mais de 30 anos que sozinhos adquirimos a administração da mão dos militares e não concertamos nada, só pioramos gradativamente.

Carlos Eduardo Lopes Ferreira
Visitante

Quem é Renato Ribeiro Abreu para analisar este ou aquele governo. Ele é Presidente do GRUPO MPE, as empresas que ele dirige possuem centenas de processos de todos os tipos, são péssimos pagadores.

AEPET
Visitante
NOTA: As entidades do segmento de Petróleo & Gás, ver com preocupação, nesse momento a possível nomeação para cargos no setor de P&G, de pessoas com o perfil do diretor do Centro Brasileiro de Infra Estrutura (CBIE), ADRIANO PIRES, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). Apesar do seu curriculum, esse senhor só externa profecias catastróficas, cada vez que fala sobre algo no setor cria uma situação ou acontecimento da pior natureza possível e de impactos quase sempre irreversíveis. É um irresponsável, que deve ser evacuado por todos, ainda mais num instante como esse. Esse tipo de elemento… Read more »
FERNANDO TOSCANO
Visitante
UM NOME SURPRESA PARA PRESIDIR A PETROBRAS O nome “MAXXON, pertence ao Dr. Marcílio Novaes Maxxon, presidente da CONPETRO, a poderosa Confederação do Petróleo. É brasileiro, fazedor, realizador, e um defensor dos interesses nacionais. Tem o apoio de todas as entidades ligadas ao segmento de Petróleo & Gás.É amigo pessoal do Presidente MICHEL TEMER. Combate a CORRUPÇÃO, e os CORRUPTOS de Plantão. Com larga experiência administrativa e política, luta pela defesa do Estado Democrático de Direito. É justo, sério e tem postura e decisão. Um Homem de Palavra. O Brasil precisa de muito mais como ele, o Brasil é a… Read more »