Megabanner

GALVÃO TENTA VENDER NOVOS ATIVOS PARA LEVANTAR RECURSOS NO PROCESSO DE RECUPERAÇÃO

Dario Queiroz GalvãoAfetado pela Operação Lava Jato, o grupo Galvão está correndo atrás do tempo para vender novos ativos e levantar recursos no processo de recuperação judicial. Agora, no foco das operações estão a venda da participação (66%) na empresa de saneamento CAB Ambiental e a rodovia federal conquistada entre Aliança do Tocantins (TO) e Anápolis (GO), um trecho de 624 km da BR-153.

O grupo colocou o preço mínimo na participação na CAB Ambiental em R$ 600 milhões, segundo reportagem do Valor Econômico, enquanto a rodovia ficou avaliada no mesmo valor da época da concessão: R$ 155 milhões – mas ainda deve haver atualização monetária, com pagamento em até seis anos.

De acordo com o jornal, a francesa Suez, a brasileira Aegea e o fundo GP Investiments estariam interessados na participação da Galvão na CAB Ambiental, que possui ainda o BNDESPar como sócio, dono de 33% do capital.

Em 2014, quando começaram os problemas relacionados à Operação Lava Jato, incluindo a prisão do presidente Dario Galvão (foto) posteriormente, a empresa tinha uma carteira de contratos de R$ 6,7 bilhões, com receita líquida de R$ 3,6 bilhões. No entanto, o grupo vem se reestruturando, inclusive com a venda de R$ 1,4 bilhão de seus recebíveis da Petrobrás para bancos credores e a venda de uma pedreira por R$ 10 milhões para a quitação de encargos trabalhistas.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
helio ferreira Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
helio ferreira
Visitante
helio ferreira

Boa tarde, gostaria de saber se ocorreu leilão da galvao vias br 153…grato