Megabanner

PRESIDENTE DILMA FAZ CRÍTICAS A MORO EM POSSE DE LULA, MAS OUTRA DECISÃO JUDICIAL SUSTA A NOMEAÇÃO DO EX-PRESIDENTE PARA A CASA CIVIL

DilmaA presidente Dilma Rousseff deu posse ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o cargo de Ministro da Casa Civil, nesta quinta-feira (17), e fez um longo discurso criticando os vazamentos de áudios liberados pelo Juiz Sergio Moro na quarta-feira (16), aproveitando para acusar opositores de “tentativa de golpe” e reclamar dos métodos utilizados na Operação Lava Jato, mas a cerimônia acabou sendo invalidada poucos minutos depois, após a emissão de uma liminar, por parte do juiz Itagiba Catta Preta Neto, do Distrito Federal, sustando a posse.

O ex-presidente Lula não fez declarações, mas a plateia, formada por dezenas de ministros e correligionários do governo, com a ausência marcante do vice-presidente Michel Temer, aplaudiu e gritou palavras de ordem a favor do PT, enquanto do lado de fora havia manifestações contra e a favor. Os defensores do governo colocaram-se em frente ao Palácio do Planalto, enquanto os detratores do governo se aglomeraram mais na Avenida Paulista, em São Paulo.

O trecho dos áudios vazados em que a presidente Dilma diz ter enviado o termo de posse do ministério por meio de um assessor, para que Lula só usasse “se precisasse”, foi o de maior repercussão, por indicar que a nomeação tinha o caráter de livrar o ex-presidente do risco iminente de uma prisão preventiva, garantindo para ele foro privilegiado. No entanto, o vazamento do áudio foi cercado de críticas por defensores do governo, alegando que a conversa com a presidente não poderia ter sido divulgada, mas juristas já afirmam que a atitude de Dilma pode ser considerada obstrução à justiça.

Em seu discurso durante a posse, antes de saber da liminar sustando a nomeação de Lula para a Casa Civil, Dilma fez duras críticas ao juiz Sergio Moro, sem citá-lo nominalmente, afirmando que as investigações precisam ser “impessoais”, além de garantirem “a presunção de inocência”.

“O combate à corrupção sempre é mais forte e digno quando respeita os princípios constitucionais. Afinal, não há justiça quando delações são tornadas públicas de forma seletiva para execração de alguns investigados e quando depoimentos são transformados em fatos espetaculares. Não há justiça para o cidadão quando as garantias constitucionais da própria presidência da república são violadas. Convulsionar a sociedade brasileira em cima de inverdades, métodos escusos e práticas questionáveis viola os direitos dos cidadãos (…). E os golpes começam assim”, afirmou.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Jair Rattov Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Jair Rattov
Visitante
Jair Rattov

Agora é a nova fase fase da inauguração da “Queijaria Brasil de TOLOS” . O Luís Ratão voltou para assumir Quem comeu o meu Queijo… O Temer faltou ou não foi convidado… Vice costuma ser alado ao Governante. A Dilma anta, até parecia uma apresentadora do Oscar! Nas ruas das capitais e nos arredores de Brasília, os que não foram convidados e que terão que pagar a conta dos vôos, dos comensais e a cereja. Moro foi traído e a ratazana provou o que é ser da espécimes de roedores e junto com o paxá Baiano, jogou capoeira em cima… Read more »