Megabanner

AMBIENTALISTAS PEDEM REVOGAÇÃO DE CONTRATOS DE FRACKING NA REGIÃO CENTRAL DOS ESTADOS UNIDOS

the-process-of-fracking-credit-RTMais uma vez, o confronto entre a indústria de petróleo e ambientalistas está em pauta nos Estados Unidos. O Centro para Diversidade Biológica (CDB) divulgou nesta segunda-feira (9) um comunicado pedindo ao governo norte-americano que revogue um total de 11 concessões para exploração de petróleo e gás na região central do país, com base nos riscos trazidos pela técnica de fracking (fratura hidráulica). Segundo a entidade, mais de 6 mil tremores de terra foram registrados na área ao longo do ano passado, o que teria sido intensificado pela exploração de empresas.

O objetivo do grupo é anular as licitações que foram concedidas pelo governo no mês passado, relativas aos estados de Oklahoma e Kansas. No documento, o CDB se coloca contra à produção de petróleo na região, “devido a preocupações de que o fracking e a injeção subterrânea de águas residuais da indústria de petróleo possam aumentar o risco de terremotos nestas áreas”.

A técnica da fratura hidráulica possibilita a extração de líquidos e gases do subsolo, também ampliando as fissuras existentes para que o petróleo e o gás natural saiam à superfície. Para isso, são liberados volumes de águas residuais provenientes dos poços, o que causaria a lubrificação das falhas subterrâneas e uma maior suscetibilidade a tremores. “É claro que essas práticas feitas pelo homem estão aumentando a quantidade de atividade sísmica perto e em torno dos locais de perfuração”, afirmou em nota a porta-voz da entidade, Wendy Park.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of