Megabanner

DONO DA REFINARIA DE MANGUINHOS ENTRA NA LISTA DE PROCURADOS PELA INTERPOL

Refinaria_de_ManguinhosO empresário e advogado Ricardo Andrade Magro, dono da empresa que controla a refinaria de Manguinhos, no Rio de Janeiro, entrou para a lista de procurados pela Interpol. Ele é considerado foragido da Justiça após a 5ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro determinar sua prisão, na sexta. O empresário não foi encontrado e a suspeita é de que ele esteja nos Estados Unidos.

Magro está sendo acusado, junto com outras seis pessoas, de desviar R$ 90 milhões de fundos de pensão, como o Petros, da Petrobrás. Outras quatro pessoas já foram presas. Um quinto investigado também está foragido, assim como Magro: trata-se de Márcio André Mendes Costa, do grupo Galileo.

Na sexta, a Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagaram a Operação Recomeço, que investiga fraudes cometidas pelo grupo Galileo em 2010. Naquele ano, a empresa emitiu R$ 100 milhões em debêntures, a fim de arrecadar recursos para a recuperação da Universidade Gama Filho. Os fundos de pensão Petros e Postalis (dos Correios) adquiriram parte dessas debêntures. No entanto, os valores arrecadados pelo grupo Galileo foram desviados para outras finalidades, em favor das pessoas envolvidas no esquema.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of