Megabanner

RNEST ALCANÇA QUASE 100 MIL BARRIS PROCESSADOS POR DIA E BATE NOVO RECORDE EM AGOSTO

celestinoAinda está bem longe da capacidade prometida – de 230 mil barris em pleno funcionamento –, mas a Refinaria Abreu e Lima (Rnest) está conseguindo ampliar sua atividade em bom ritmo nos últimos meses, contando com apenas um trem de refino e sem o SNOx, que serviria de coração para o projeto, com o intuito de reduzir a zero as emissões de partículas de enxofre. Apesar dos entretantos, a planta alcançou uma média de 99,77 mil barris de petróleo processados por dia em agosto, de um total mensal de 3,09 milhões de barris, marcando uma alta de 0,6% em relação ao mês anterior.

De acordo com a Petrobrás, esse desempenho já faz com que a Rnest seja responsável por cerca de 30% de todo o Diesel S-10 que é produzido no Brasil, reduzindo a necessidade de exportação. Com isso, a unidade entrega 10 mil m³ por dia do derivado aos seus mercados-alvo, no Norte e Nordeste.

Segundo o diretor de Refino e Gás Natural da estatal, Jorge Celestino Ramos (foto), a Rnest tem se mostrado um ativo competitivo, com 70% de capacidade de conversão de petróleo em diesel: “Nós temos conseguido operar essa refinaria com bastante eficiência, vide os recordes que obtivemos”, ressalta.

A Petrobrás destacou ainda que, com a aprovação do Conselho de Administração, em julho, para a continuidade das obras de construção do SNOx e das demais complementações do trem 1 da refinaria, ele passará a operar a plena carga, faltando apenas a construção do trem 2.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of