Megabanner

ENGEVIX REAGE A DECISÃO DO TCU TORNAR A EMPRESA INIDÔNEA POR CAUSA DAS OBRAS EM ANGRA 3

hhshsA Engevix reagiu a decisão forte a decisão do  Tribunal de Contas da União (TCU) declarar a inidoneidade da empresa, por causa das acusações de  irregularidades em licitações e na execução dos contratos para a elaboração dos projetos executivos da Usina Termonuclear de Angra 3. A partir de agora a  empresa não poderá participar, por cinco anos, de licitações da administração pública federal. A empresa divulgou uma nota contra a decisão:

“A Engevix respeita a decisão do Tribunal de Contas da União, mas discorda de suas conclusões. Reafirma que jamais participou de cartel ou de qualquer ilicitude em procedimentos licitatórios no âmbito da Eletronuclear ou em qualquer procedimento administrativo, o que ficou amplamente demonstrado na prova produzida pela investigação criminal. Em razão de não ter sido concedido prazo para estudo e defesa no processo, a Engevix se viu impedida de demonstrar seus argumentos. Diante de tal situação, a empresa tomará as medidas legais e adotará as soluções jurídicas para salvaguardar seus interesses e restabelecer com brevidade seus direitos. Isso será feito assim que as vistas dos autos sejam concedidas para que a empresa possa exercer sua defesa.”

Segundo o TCU, as irregularidades apontadas nos contratos chegam a R$ 20,2 milhões. No entanto, a pena de inidoneidade aplicada à Engevix poderá ser revista pelo TCU, caso a empresa celebre acordo com o Ministério Público para contribuir com as investigações sobre irregularidades. Em março, o TCU deixou de fora da mesma punição as construtoras Odebrecht, Camargo Corrêa e Andrade Gutierrez, também participantes do consórcio, por terem contribuído, por meio de acordos de leniência feitas com os órgãos responsáveis do governo federal.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Pedro Jara Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Pedro Jara
Visitante
Pedro Jara

A decisão do TCU está correta, sempre o dona dela não gostava de perder as concorrências, esta empresa de Engenharia era considerada a maior empresa de engenharia por uma revista relacionada com os maiores e melhores empresas brasileiras, mais tinha poucos funcionários, um lucro muito grande, portanto vários milagres ainda não explicados.