ATECH E SAAB SE JUNTAM PARA APRESENTAR NA AVIATRADE UM NOVO EQUIPAMENTO PARA CONTROLE DE TRÁFEGO AÉREO REGIONAL

Atech e Saab apresentam tecnologias para centralização e digitalização de soluções para controle de tráfego aéreo no Aviatrade - Foto Divulgação SaabA Atech – empresa do Grupo Embraer – e a Saab – companhia sueca de defesa e segurança –  estão  participando  juntas da primeira edição do Aviatrade. No estande, as empresas apresentam novas tecnologias e soluções para a centralização e digitalização de soluções para controle de tráfego aéreo na aviação regional. O evento ocorre hoje e amanhã, no Aeroporto Estadual Comandante Rolim Adolfo Amaro, em Jundiaí (SP), e reúne interessados em adquirir aeronaves para uso pessoal e para otimizar operações e deslocamentos de suas empresas. O encontro propicia também a possibilidade de novos negócios entre as organizações que trabalham com operadores de Estações Prestadoras de Serviços de Telecomunicações e Tráfego Aéreo,  com ênfase à NAVBrasil e as novas concessionárias multiaeroportos.

Entre as soluções apresentadas pela Atech e pela Saab estão a de centralização de torres remotas e digitalização de serviços de informação para múltiplos aeródromos e as que integram plataformas  para Torre de Controle Remota e Serviços Remotos de Informação de Voo de Aeródromo, dedicadas às necessidades específicas da aviação local. A Saab desenvolveu diversos projetos de torres remotas, que já operam na Suécia e a Atech, em conjunto com a Ciscea (Comissão de Implantação do Sistema de Controle do Espaço Aéreo), está implantando o R-AFIS no Brasil, voltado à operação remota de dez aeródromos a partir dos quatro Cindactas (Centro Integrado de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo).

Marcos Resende, diretor de Negócios ATM da Atech, disse que que “Vamos mostrar a este público interessado em aviação regional as tecnologias que desenvolvemos dedicadas ao controle e segurança do tráfego aéreo. A digitalização dos serviços nessa área oferece mais recursos e informações aos operadores, gerando ganhos econômicos e de segurança para a aviação como um todo.”

 De acordo com Sergio Martins, diretor de Gestão do Tráfego Aéreo para América Latina na Saab, as plataformas apresentadas na Aviatrade são indicadas, principalmente, para aeroportos regionais, o que representa uma tendência de centralização, digitalização e operações remotas relacionados a esses serviços: “Nossa experiência ao redor do mundo com digitalização e centralização em serviço de tráfego aéreo é de muito êxito. Acreditamos que esse tipo de tecnologia pode contribuir muito com a aviação regional do Brasil e da América Latina.”

A primeira edição do Aviatrade será o hangar 1 do Aeroporto Estadual de Jundiaí. A feira vai ocupar uma área de 11.000m² e seu objetivo é atrair público com grande potencial de entrada na aviação geral. Os visitantes receberão orientações sobre aviônicos, serviços especializados e processos para compra segura de um avião, entre outras. O evento contará com expositores de aeronaves, brokers, seguradoras, empresas de remodelagem de interiores de aeronaves, de hangaragem e representantes da cadeia produtiva do setor.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of