BRASIL CAMINHA PARA SE TORNAR AUTOSSUFICIENTE EM CONCENTRADO DE URÂNIO

CGM8803

O governador do Ceará, Camilo Santana, o presidente da INB, Carlos Freire, além de representantes da Galvani, do MME e do estado

O setor nuclear brasileiro alcançou mais um feito importante nesta semana. O Governo do Ceará assinou um Memorando de Entendimento para a instalação na Usina de Itataia, em Santa Quitéria – projeto que será desenvolvido em conjunto pela Indústrias Nucleares do Brasil (INB) e a Galvani. O empreendimento, além de aumentar a produção nacional de fosfato, fará com que o país se torne autossuficiente no concentrado de urânio (ou yellow cake).

Serão investidos inicialmente US$ 400 milhões no novo projeto, com início de operação já em 2023. Ao todo, 2,5 mil empregos serão gerados, dos quais 500 diretos. Conforme já noticiamos, durante entrevista com o presidente da INB, Carlos Freire, o projeto foi repaginado para fazer um melhor uso e reuso da água na região de Santa Quitéria.

Os estudos ambientais serão iniciados no último trimestre de 2020. Já para 2021, a meta será concluir todo o projeto base e a estrutura financeira e societária do empreendimento. Em Santa Quitéria, o urânio extraído é associado ao fosfato.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Jonas Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Jonas
Visitante
Jonas

agora que o pedroca fica doido