CALIFÓRNIA PROÍBE VENDAS DE CARROS A COMBUSTÃO A PARTIR DE 2035. SÓ VEÍCULOS ELÉTRICOS SERÃO VENDIDOS | Petronotícias





CALIFÓRNIA PROÍBE VENDAS DE CARROS A COMBUSTÃO A PARTIR DE 2035. SÓ VEÍCULOS ELÉTRICOS SERÃO VENDIDOS

california-decreto-carros-eletricosOrlando – Por Fabiana Rocha – Os Estados Unidos focaram na produção de veículos elétricos e querem estar na vanguarda da produção mundial. O California Air Resources Board (CARB) votou ontem (24) no final da tarde uma medida inovadora para aprovar a proibição de vendas de veículos novos com motores de combustão interna. É um movimento do Estado progressista para combater as mudanças climáticas. Em 2035, o estado só permitirá a venda de veículos elétricos. O plano é anunciado como uma grande aceleração em direção à adoção de carros elétricos para enfrentar o que muitos legisladores de esquerda no estado acreditam: o mundo indo para um desastre climático por causa do aumento das emissões de carbono. O próprio governador da Califórnia, Gavin Newsom (foto principal), disse que era “ambicioso, é pioneiro, é o que devemos fazer se quisermos deixar este planeta melhor para as gerações futuras”. A Califórnia parece estar liderando o restante dos Estados Unidos nessa busca. Margo Oge (foto à direita), especialista em veículos elétricos que liderou o programa de emissões de transporte da Agência de Proteção Ambiental sob osmargo presidentes Bill Clinton, George W. Bush, e Barack Obama, disse que  “a Califórnia será agora o único governo do mundo que exige veículos com emissão zero”.

Espera-se que a nova regra do CARB exija que todos os veículos novos vendidos no estado até 2035 sejam 100% elétricos. Atualmente, as vendas são de cerca de 12%. Até 2026, a regra exigiria que o estado tivesse pelo menos 35% dos novos veículos de passageiros produzindo zero emissões e depois 68% em 2030. A meta de aumentar o maior mercado de veículos elétricos dos EUA de 12% de todas as novas vendas para 100% parece bastante ambiciosa, considerando que a China controla todos os metais de terras raras que produzem as baterias. Além disso, as cadeias de suprimentos globais estão sendo reorganizadas em um mundo multipolar, à medida que as empresas americanas saem da China e mudam suas operações para países considerados mais amigáveis para os Estados Unidos.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of