Megabanner

NOVO CURSO DE ENGENHARIA NUCLEAR SERÁ ABERTO NA USP NO PRÓXIMO ANO

mcticO Brasil dará um novo salto na formação de profissionais para o mercado de energia nuclear. A Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN), em parceria com a Universidade de São Paulo (USP), deve disponibilizar um novo curso de engenharia nuclear no próximo ano. A novidade foi anunciada durante uma transmissão online do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), pasta a qual a CNEN está subordinada.

O Brasil tem hoje apenas uma universidade que faz graduação em energia nuclear [a UFRJ]. Conversamos com a USP e propusemos que ela implantasse um curso de engenharia nuclear. E agora, já para o ano que vem, haverá o curso feito entre a universidade e a CNEN para essa área”, afirmou o presidente da CNEN, Brigadeiro Paulo Roberto Petursi. O ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes (foto), que estava mediando a transmissão, ressaltou a importância de formação de jovens na área nuclear para o desenvolvimento do país. “Esses profissionais serão muito importantes para o futuro”, opinou.

Durante a transmissão, também foram apresentadas as ações do MCTIC e da CNEN para contribuir no combate ao coronavírus. Petursi lembrou que está em curso um estudo do Instituto de Engenharia Nuclear, ligado à CNEN, em parceria com a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) para a produção de um nanofármaco que poderia ser usado na luta contra a Covid-19. O presidente da CNEN também declarou que o órgão está atuando na esterilização de máscaras e equipamentos, como respiradores. “Esta é outra contribuição que nossos institutos podem dar”, disse.

1
Deixe seu comentário

avatar
1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors
Yehudi Recent comment authors
  Subscribe  
newest oldest most voted
Notify of
Yehudi
Visitante
Yehudi

Estamos realmente precisando investir na área nuclear, e também deveriam investir em pesquisas para reatores de fusão, mas ai já é um passo mais pra frente