CNPE PUBLICA METAS DE REDUÇÃO ANUAL DE GASES DO EFEITO ESTUFA DOS COMBUSTÍVEIS ATÉ 2031

cnpe O Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) publicou nesta semana uma resolução que estabelece as metas compulsórias anuais de redução de emissões de gases do efeito estufa para a comercialização de combustíveis para os próximos dez anos, no âmbito da Política Nacional de Biocombustíveis (RenovaBio). O programa tem por meta reduzir a intensidade média de carbono dos combustíveis em 10% até 2030, considerando o ano base de 2018.

A resolução publicada aprovada define o valor de meta global para 2022, que ficou definida em 35,98 milhões de CBIOs. Esse valor será posteriormente desdobrado para cada distribuidor de combustíveis. A resolução também reafirma as metas definidas para o ciclo 2021-2030 estabelecidas pela Resolução CNPE nº 8, de 18 de agosto de 2020, conforme ilustra a tabela no final desta reportagem. O texto também adiciona valores para o ano de 2031. As metas estão definidas em unidades de Crédito de Descarbonização (CBIO) com seus respectivos intervalos de tolerância, ou seja, limites superior e inferior.

O CBIO é o ativo que dá suporte ao maior programa de descarbonização do planeta e oferece a solução para a economia de baixo carbono que as grandes empresas no mundo procuram. Um CBIO equivale a uma tonelada de emissões evitadas, o que representa sete árvores em termos de captura de carbono. Até 2030, serão compensadas emissões de gases causadores de efeito estufa que correspondem à plantação de 5 bilhões de árvores, ou seja, todas as árvores existentes na Dinamarca, Irlanda, Bélgica, Países Baixos e Reino Unido juntas.

tabe,a

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of