APEX ABRE O PAVILHÃO BRASIL REUNINDO 53 EMPRESAS NACIONAIS EM BUSCA DE NEGÓCIOS NA OTC EM HOUSTON | Petronotícias





APEX ABRE O PAVILHÃO BRASIL REUNINDO 53 EMPRESAS NACIONAIS EM BUSCA DE NEGÓCIOS NA OTC EM HOUSTON

aberturaHOUSTON – por Fabiana Rocha –  O Texas, a capital do petróleo americano, passa a ser a partir de hoje (6) até quinta-feira (9) a capital do mundo da indústria do petróleo, com a abertura da maior e mais importante feira do setor no globo: a OTC – Offshore Technology Conference 2024, que tradicionalmente é realizada no início do mês de maio, no Reliant Center. Neste primeiro dias já são realizadas as palestras e a abertura da exposição de centenas de empresas que participam da exposição. O Pavilhão Brasil, que antes era organizado pelo IBP – Instituto Brasileiro do Petróleo, agora é organizado pela ApexBrasil. Depois do Pavilhão da China, o brasileiro é o que  reúne o maior número de empresas: 53.  Veja as empresas brasileiras  que estão participando do pavilhão, apostando em oportunidades e novos negócios:

otcAçoforja, Altave Holding, Altus Sistemas de Automação, BIOSOLVIT Indústria e Comércio, BLINDA Equipamentos Brasil, Br2w Soluções, Camorim Serviços Marítimos, Carvalhão + Manobrasso, CLADTEK do Brasil Indústria, Conexled, Cordoaria São Leopoldo, CORE CASE Suprimentos, Delp, Diesel Line Cambuí, DURIT Brasil, Endserv, Flexaprin, Flex-A-Seal, Foxwater, Gascat, GAVEA Logística, GEOWELLEX do Brasil, HAUSTHENE, Hbr Equipamentos, Indústria de Transformadores Itaipu, INOVAREN Partners, INTCOM IPB Gr Indústria Mecânica, LCD Engenharia, MRM Logistics Carga, OCYAN, ORION Safety Station, Ouro Negro, Phdsoft, PIX FORCE, POWERPOXY, QUALITECH Inspeção, R1 Engenharia, RADIX Engenharia, RZX Ciência Segurança, Sandech, SENAI, SMAR, TECHOCEAN Serviços Industriais, Tecnofink, TGS, The Insight, VANASA MULTIGAS, Vidya Tecnology VPS GROUP, WEB Nordeste.

pBO Diretor de Gestão Corporativa da ApexBrasil, Floriano Pesaro, está aqui à frente da delegação da Agência e reforça a importância da presença na feira. “A participação brasileira reforçará o posicionamento do Brasil como parceiro global de negócios para o setor focado em soluções baseadas numa cadeia de baixa emissão de carbono. A missão dada pelo presidente Jorge Viana é de divulgarmos as oportunidades comerciais e de investimentos no país, além de expandir a inserção das empresas brasileiras fornecedoras de soluções de bens e serviços de suprimentos de petróleo e gás nas cadeias globais de valor“, explicou. Entre os objetivos da feira, revela, está a busca por tecnologias e inovações para garantir a segurança energética do mundo, alinhada ao contexto de transição para um futuro mais sustentável e de baixo carbono. “Nesse sentido, muitas das empresas que representarão o Brasil são premiadas internacionalmente por suas soluções inovadoras, tecnológicas e alinhadas com os requisitos internacionais de ESG, reforçando o posicionamento do país como um player global em energia, com empresas aptas para atender o setor, tanto nacional como internacionalmente”, concluiu.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of