CONFERÊNCIA INTERNACIONAL DE SEGURANÇA DEBATE NO FORTE DE COPACABANA O PAPEL DAS FORÇAS ARMADAS NO MUNDO

alemanhaUm evento que está programado para ser realizado até amnhã (17) no Rio de Janeiro, debate o papel das Forças Armadas em países latino-americanos e europeus. A busca,  se não por uma resposta definitiva, pelo  menos a busca por uma reflexão. É isso que  propõe o painel “O nexo civil-militar: gestão global de risco e o papel das Forças Armadas.” Ele  integra a XVIII Conferência de Segurança Internacional do Forte de Copacabana. Este evento quer ser o maior fórum sobre segurança internacional da América Latina e esta segunda edição está sendo realizada totalmente virtual, gratuita e aberta ao público.

Em um comunicado, a organização do evento diz que existem três elementos comuns às crises: “uma ameaça; o elemento surpresa, e um tempo curto para decisões. E o que debatedores vão questionar na tarde desta quinta-feira, (16), é para quais ameaças as Forças Armadas estão se preparando. O objetivo do painel é a apresentar uma análise do papel das Forças Armadas em países da América Latina e da Europa. É importante discutir como diferentes processos históricos recentes deram origem à construção de uma relação multifacetada e funcional entre civis e líderes militares e selecionar boas práticas que favoreçam mudanças em direção a melhor reputação e parceria entre militares e civis.”

Participam do painel, Thomas Silberhorn(foto principal), vice-ministro da Defesa da Alemanha, Giovanni Manione, general de divisão e vice-diretor do Estado Maior da Uniãomulher Europeia; Luis Mauricio Ospina Gutiérrez, general de divisão e diretor da Academia Militar da Colômbia; Danielle Jacon Ayres Pinto(foto a direita), vice-presidente da Associação Brasileira dos Estudos de Defesa (ABED). A moderação será feita pela professora Monica Hirst, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro e da Universidad Torcuato di Tella.

Outros especialistas da Europa e da América Latina também estarão no encontro, divididos em mesas transmitidas virtualmente e ao vivo, apenas para o público inscrito. As autoridades se encontram em diversos países – Brasil, Alemanha, Uruguai, Colômbia, Argentina, México – e vão debater a partir de suas residências ou gabinetes em “mesas virtuais”. O evento terá tradução simultânea em português, espanhol, inglês e alemão e na Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS). As inscrições são individuais e podem ser feitas gratuitamente através do site da Fundação Konrad Adenauer, do site do CEBRI ou no link https://forms.gle/ENU3jZfEzpq3DcpL6A programação completa e detalhada está em: https://drive.google.com/drive/folders/1F-lpdT87lnfwiA-zu5WkaRvvIjmLFelC?usp=sharing

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of