DEMANDA MUNDIAL AQUECIDA POR PAINÉIS SOLARES FAZ A TRINA SOLAR INICIAR UMA NOVA FÁBRICA NA CHINA | Petronotícias





DEMANDA MUNDIAL AQUECIDA POR PAINÉIS SOLARES FAZ A TRINA SOLAR INICIAR UMA NOVA FÁBRICA NA CHINA

fabricaA Trina Solar iníciou a construção do projeto Parque Industrial da Nova Energia. O evento foi realizado em Xining, capital da província central chinesa de Chingai, onde a unidade irá operar. A nova planta irá atender quase toda a cadeia de fabricação fotovoltaica, desde a produção de polissilício até módulos baseados na tecnologia 210 e células do tipo N (N-type). A fábrica terá linhas de produção com capacidade anual de 300 mil toneladas de silício industrial, 150 mil toneladas de polissilício de alta pureza, 35GW de monossilício, 10GW de camadas de wafer, 10GW de células, 10GW de módulos e 15GW de auxiliares para módulos. Com a nova unidade, a Trina se adianta à demanda de mercado cada vez maior por painéis fotovoltaicos N-type. A unidade dará à fabricante uma linha de produção com capacidade de desenvolver produtos para a próxima geração da tecnologia e, assim, entregar produtos com maior valor agregado para os clientes.

O projeto será dividido em duas fases. Na primeira delas, está prevista a produção anual de 100 mil toneladas de silício industrial, 50 mil toneladas de polissilício de altafábrica pureza, 20GW de monossilício, 5GW de camadas de wafer, 5GW de células, 5GW de módulos e 7,5GW de auxiliares para módulos. A etapa I deve ser concluída até o final de 2023. Já na fase II, estão previstas: produção anual de 200 mil toneladas de silício industrial, 100 mil toneladas de polissilício de alta pureza, 15GW de monossilício, 5GW de camadas de wafer, 5GW de células, 5GW de módulos e 7,5GW de auxiliares. Esta etapa deve ser concluída até o final de 2025.

O laboratório principal de ciência e tecnologia fotovoltaica da Trina Solar na China conquistou uma série de recordes mundiais. Há quatro anos, a empresa foi selecionada como organização de demonstração para o programa Top Runner da China, com a tecnologia TOPCon N-type. Nos estágios iniciais, a linha piloto de 500MW da Trina alcançou um recorde mundial de 25,5% de eficiência, com capacidade de produção em massa líder do setor. Além disso, a linha de produção das células N-Type de 8GW está funcionando em plena capacidade. A empresa também estabeleceu recordes mundiais 23 vezes, construindo um enorme reservatório de conhecimento e ativos técnicos, incluindo HJT, IBC e perovskita.

Deixe seu comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of